fbpx
Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 27 de abril de 2009.

17,27% dos idosos se vacinaram neste sábado

COMPARTILHE:

Ministrio da Saúde

Dia da Mobilização Nacional imuniza mais de 3 milhões de pessoas acima de 60 anos. Campanha do Ministério da Saúde prossegue até 8 de maio em todo o país
 
O balanço parcial do primeiro dia da Campanha Nacional de Vacinação do Idoso, informa que 3,3 milhões de pessoas compareceram aos 67 mil postos de vacinação de todo o país, que abriram excepcionalmente neste sábado, dia da mobilização nacional. Esse número representa 17,25% da população idosa, índice superior ao de 2008, quando o boletim do mesmo horário apresentava cobertura vacinal de 11,71%.
 
“Tivemos todos os postos funcionando e um desempenho melhor do que no ano passado”, comemora a coordenadora do Programa Nacional de Imunizações (PNI) do Ministério da Saúde, Maria Arindelita Arruda.
 
“As pessoas que tinham resistência a procurar o posto de vacinação agora estão mais conscientes de que receber gratuitamente a vacina contra a influenza é um direito de quem tem 60 anos.”
 
Os estados com maior cobertura, segundo o balanço parcial, são Piauí (38,94%), Tocantins (35,26%) e Pernambuco (28,28%). As menores coberturas foram no Distrito Federal (7,37%) e no Rio de Janeiro (8,42%).
 
META – Com o slogan “Deixe a gripe na saudade”, a 11ª edição da campanha pretende imunizar 80% da população com 60 anos ou mais – o que representa 15.542.469 de pessoas. Mesmo quem tomou a vacina no ano passado deve se imunizar este ano. “É importante porque há uma mudança no padrão dos vírus que circula no país”, explica Maria Arindelita Arruda.
 
Este ano, o Ministério da Saúde investiu R$ 162,2 milhões na compra de 21 milhões de doses da vacina e montagem da infra-estrutura, que conta com a participação de 241 mil pessoas. Na campanha, serão utilizados 27 mil veículos, entre terrestres, marítimos e fluviais. No site do Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde (http://pni.datasus.gov.br/) é possível acompanhar o “vacinômetro”, ferramenta que mostra o andamento da vacinação no país.
 
CENÁRIO – A vacina é um dos meios de prevenir a gripe e suas complicações, além de apresentar um impacto na diminuição das internações hospitalares e da mortalidade evitável. Estudos nacionais e internacionais demonstram que a vacinação pode reduzir de 32% a 45% o número de hospitalizações por pneumonias e de 39% a 75% a mortalidade por doenças respiratórias.
 
Desde o início da imunização, em 1999, tem sido constatada uma redução importante de casos de influenza entre os idosos, principalmente para as regiões Sul, Centro-Oeste e Sudeste. Até 2007, a meta mínima para cobertura vacinal estabelecida pelo Programa Nacional de Imunização (PNI) era de 70% da população alvo. Em 2008, foi ampliada para 80%.
 
Em números absolutos, 2008 foi o ano em que mais se vacinou idosos no país – foram imunizadas 14 milhões de pessoas, o que correspondeu a 87% de cobertura – sete pontos percentuais acima da meta de 80%. No ano anterior, em 2007, foram 13,8 milhões (86,7%); em 2006, 13,5 milhões (85,72%). O aumento da popula&ccedil


VER MAIS SOBRE: arquivo


Logotipo Ascoferj

INFORMA

A Ascoferj informa que está trabalhando de forma semipresencial como medida de segurança contra a Covid-19.

Segundas, quartas e sextas: atendimento presencial na sede de 8h às 17h.

Terças e quintas: atendimento remoto de 8h às 17h.

Telefones de todos os setores para contato:

– Financeiro – (21) 98272-2882
– Jurídico – (21) 98097-0092
– Regulatório – (21) 98272-2852
– Comunicação – (21) 98272-2867
– DAC/Cursos – (21) 98399-0146
– Central de Negócios – (21) 98293-1816
– Comercial – (21) 98097-0099
– Relacionamento – (21) 98145-2036

Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.