Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 22 de setembro de 2009.

Abbott recebe mais alto prêmio do Wall Street Journal por inovação tecnológica

COMPARTILHE:

Maxpress

A Abbott anunciou hoje que foi eleita a vencedora da categoria Ouro de 2009, do Prêmio de Inovação Tecnológica, outorgado pelo Wall Street Journal pelo seu sistema Ibis T5000 Biosensor, o qual é projetado para detectar e caracterizar uma ampla gama de agentes infecciosos de uma amostra, inclusive vírus, bactérias e fungos.

"A Abbott dedica-se a perseguir a inovação para descobrir soluções que melhorem a vida das pessoas", afirmou Stafford O””Kelly, principal executivo da divisão de diagnósticos moleculares da Abbott. "Esta tecnologia representa uma inovação cientifica no seu maior grau e a Abbott se sente honrada por receber prêmio tão importante".

O sistema Ibis da Abbott (agora comercializado sob o nome de PLEX-ID) foi o único a receber o maior prêmio, em parte, porque promete alertar as autoridades de saúde sobre novas doenças e pode também oferecer proteção contra bioterrorismo e permitir que hospitais identifiquem bactérias resistentes a antibióticos em seu meio ambiente.
O Wall Street Journal relata que desde que o primeiro sistema foi finalizado em 2005, a tecnologia foi empregada em mais de 20 locais dos Estados Unidos, inclusive no Centro de Controle de Doenças (Centers for Disease Control). "No primeiro semestre do ano, o equipamento ajudou o Centro Naval de Pesquisa em Saúde, localizado em San Diego, a identificar os dois primeiros casos de gripe suína H1N1 nos Estados Unidos."

O PLEX-ID é uma tecnologia de alto desempenho, baseada na combinação de tecnologias moleculares, incluído reação em cadeia de polimerase (PCR) e análise por espectrometria de massa. O sistema é projetado para suprir necessidades novas, apresentando os resultados dos testes em seis a sete horas, em vez de três dias ou mais dos atuais métodos de cultura.

No momento, PLEX-ID é destinado somente a pesquisa e não para uso em diagnósticos, é capaz de identificar todas as bactérias, vírus e fungos e pode informar sobre resistência a medicamento, virulência e tipo de linhagem desses agentes. O sistema pode ser aplicado em vigilância epidemiológica, monitoramento de doenças pandêmicas, identificação de agentes emergentes ou desconhecidos, caracterização forense de amostras humanas, identificação de fontes de infecções hospitalares. A Abbott está desenvolvendo o sistema para diagnósticos de doenças infecciosas em humanos.


VER MAIS SOBRE: arquivo


Logotipo Ascoferj

INFORMA

Olá, Associado Ascoferj! Dê um play ▶️ e veja o CONVITE que o Bernardinho do voleibol tem para você! 😉

Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.