Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 7 de agosto de 2012.

Anvisa aprova novo medicamento para tratar queratose actínica

COMPARTILHE:

Recentemente, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovou o medicamento Picato (Mebutato de Ingenol) produzido pelo laboratório LEO Pharma. Indicado para uso em face, couro cabeludo, tronco e extremidades, o Picato é um gel de uso tópico para o tratamento da queratose actínica, um precursor potencial de câncer de pele não-melanoma causado pela exposição ao sol sem proteção. Já disponível para venda nos Estados Unidos desde o começo do ano, o medicamento tem previsão de ser comercializado no Brasil a partir de 2013. Fundada em 1908 na Dinamarca, a LEO Pharma está há três anos no Brasil. Desde 1986, a companhia pertence à Fundação LEO – instituição privada e independente e uma das líderes em tratamentos dermatológicos (psoríase, infecção de pele, dermatites e queratose actínica) e cuidados críticos (anticoagulantes nefrologia e terapia de suporte). A farmacêutica pesquisa, desenvolve, fabrica e comercializa globalmente medicamentos eficazes e seguros em mais de 100 países. Fonte: Fator Brasil


VER MAIS SOBRE: arquivo


Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.