Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 23 de julho de 2012.

Contra pirataria, remédios vão ganhar seu próprio ‘RG’

COMPARTILHE:

Para conter o comércio de remédios falsos e estancar um prejuízo anual de 13 bilhões de reais, uma lei de 2009 deve sair do papel e permitir monitorar de medicamentos. A Organização Mundial da Saúde estima que 10% dos remédios consumidos no mundo sejam falsificados. Em países em desenvolvimento, como o Brasil, a taxa sobe até 30%. Para conter a pirataria e estancar um prejuízo estimado em 13 bilhões de reais ao país por ano, uma lei de 2009 deve finalmente sair do papel no segundo semestre deste ano. O texto cria o Sistema Nacional de Controle de Medicamentos e deve permitir que os remédios sejam rastreados desde a fabricação até o balcão da farmácia. A norma da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) confere a cada medicamento um identificador único – uma espécie de RG do remédio.


VER MAIS SOBRE: arquivo


Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.