Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 11 de julho de 2011.

Cresce o número de produtos de higiene e beleza vendidos em farmácias

COMPARTILHE:

Fator Brasil

De acordo com o Instituto Euromonitor, o Brasil registrou a maior taxa de crescimento de vendas de itens de higiene e beleza no varejo farmacêutico, entre os cinco países líderes nesse segmento, 30%, um aumento de US$ 9 bilhões nos negócios do setor. Entre março de 2010 e abril de 2011, o setor movimentou US$ 37,7 bilhões, segundo a IMS Health, consultoria norte-americana especializada na área farmacêutica. Os números não param de aumentar. A estimativa é que cresça em torno de 10% e feche 2011 com faturamento total de R$ 41 bilhões.

A classe C se destaca entre os maiores consumidores de higiene e beleza no canal farma. De acordo com Luane Lohn, presidente da indústria catarinense Ciclo Cosméticos, o aumento das vendas em farmácias está diretamente relacionado ao aumento do consumo da classe C e também ao maior espaço disponibilizado para estas categorias. “Depois que a ANVISA aprovou a resolução 44, que proíbe a venda de medicamentos fora do balcão de atendimento, os farmacistas tiveram que buscar produtos alternativos para preencher este espaço até então ocupado pelos medicamentos, e nós do ramo conseguimos mais um importante ponto de venda”, destaca a empresária.

Hoje, 60% do total das vendas da Ciclo Cosméticos estão no canal farma. “As farmácias estão buscando se diversificar cada vez mais e a perfumaria é a categoria principal para esta diversificação, justamente por também estar relacionada à saúde”, diz Luane Lohn.


VER MAIS SOBRE: arquivo


Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.