Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 15 de julho de 2013.

Drogaria adota sistema on-line para cuidar das finanças

COMPARTILHE:

Em franco crescimento desde 2008, o setor de farmácias no Brasil está cada vez mais competitivo com a constante chegada de redes estrangeiras e a fusão entre grandes players do mercado nacional. Diante desse cenário de forte concorrência, empresas de menor porte têm modernizado sua gestão, adotando uma ferramenta que otimiza o acompanhamento das finanças, permitindo a tomada de decisões mais acertadas. Criado pela startup carioca VitalJob, o software inFinance vem ajudando gestores financeiros a cuidar das receitas e despesas das drogarias brasileiras, empreendimentos que só no ano passado faturaram R$ 50 bilhões, segundo a associação nacional do setor. Além de ser fácil de operar e funcionar online – o que reduz custo com licenças de software e permite trabalho remoto -, a ferramenta mostra de maneira simples a situação financeira das empresas. “Além da apuração rápida de resultados, o sistema ajuda no controle de fluxo de caixa e no controle de banco. Já a apuração de resultados mês a mês possibilita ter um histórico de todas as despesas lançadas”, aponta o sócio-gerente da Drogaria Help, de Teresópolis (RJ), Mauro Veiga. Segundo ele, a melhoria no controle financeiro da drogaria ajuda a tornar o negócio perene. “O software está proporcionando mais organização, o que me dá perspectiva de que no futuro eu tenha uma gestão financeira sadia e eficiente”, projeta. O diretor comercial da VitalJob e consultor financeiro, Ricardo Rocha Faria, explica que o diferencial do inFinance é que ele foi desenvolvido em conformidade com as normas financeiras estabelecidas pelo International Financial Reporting Standard (IFRS). Sendo assim, ele gera os três relatórios pelos quais os profissionais de finanças de todo o mundo avaliam a situação econômico-financeira das empresas: Demonstração do Fluxo de Caixa (DFC), Demonstração de Resultado (DRE) e Balanço Patrimonial. “Com esses três relatórios, esses profissionais podem tomar as decisões para melhorar o desempenho dos seus negócios, e o setor de drogarias, diante do cenário de grande competitividade, tem dado grande atenção a isso”, comenta Faria, lembrando que são esses mesmos documentos avaliados pelas instituições financeiras e de fomento para concessão de crédito. Fonte: Portal Fator Brasil


VER MAIS SOBRE: arquivo


Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.