Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 24 de junho de 2009.

Exame de HIV grátis no arraial de São João

COMPARTILHE:

Maxpress

Durante o período junino, o público que for se divertir no São João do Sítio da Trindade – no bairro de Casa Amarela, no Recife -, contará com um posto de atendimento, instalado no local para a realização de teste rápido para detecção do vírus HIV. É de graça. A ação começou ontem (22) e segue até a sexta-feira (26). O estande da Secretaria Municipal de Saúde funcionará das 18h às 0h, e conta com uma equipe de 12 funcionários atendendo o público.

Pela primeira vez, a iniciativa é realizada em local aberto no Recife e é uma parceria da Prefeitura do Recife com o Governo Federal, integrando o Programa "Fique Sabendo", do Ministério da Saúde, com o objetivo de aproximar e orientar a população sobre assuntos ligados às doenças sexualmente transmissíveis. De acordo com o coordenador do Programa Municipal de Atenção a DST/Aids do Recife, Acioli Neto, a ação tem como principal objetivo fazer com que grande parte da população tenha acesso ao teste. "Descentralizando o serviço, e colocando-o à disposição em eventos de grande circulação de público, nós garantimos que mais e mais pessoas possam usufruir do teste", destaca Acioli.

Paralelamente, outras equipes estão trabalhando em todos os pólos de animação, orientando o público sobre a prevenção de doenças sexualmente transmissíveis, e distribuindo material informativo e preservativos. Esquetes teatrais, realizadas por arte-educadores da Secretaria de Saúde, também estão acontecendo nos pólos, divertindo  informando a população.

O teste é realizado por meio de uma análise do sangue, retirado através de um furo no dedo. O resultado sai em apenas 30 minutos. De acordo com Acioli, uma equipe está preparada para dar o suporte emocional às pessoas, em caso de resultado positivo – além dos técnicos em saúde, a equipe conta com assistentes sociais e psicólogos. Em caso de HIV positivo, a pessoa é devidamente orientada e encaminhada ao serviço de referência, na Policlínia Lessa de Andrade, na Madalena, para a realização de outros exames e acompanhamento médico e psicossocial adequados. Neste primeiro dia, foram registrados, aproximadamente, 40 atendimentos. Nenhum resultado, até então, positivo.


VER MAIS SOBRE: arquivo


Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.