Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 8 de junho de 2009.

Laboratório clandestino guardava suplementos alimentares no ABC

COMPARTILHE:

G1

Estabelecimento não tinha autorização para fabricar medicamentos.

Um laboratório clandestino de medicamentos foi fechado em Diadema, no ABC, por produzir sem autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) remédios e suplementos alimentares. A ação da polícia ocorreu após uma denúncia anônima.
Vizinhos do local nem desconfiavam do que era feito no prédio. No laboratório, foram encontradas 270 mil cápsulas já envasadas de suplementos alimentares produzidos no local, centenas de cápsulas vazias, sacos, galões e uma tonelada de substâncias que seriam utilizadas na fabricação de outros produtos.

Nos fundos do laboratório, bulas, selos e duas mil unidades de um medicamento falsificado estavam guardadas. Elas serão levadas para a perícia, que vai apontar o que há nelas.
A Vigilância Sanitária fechou o prédio, e o gerente do laboratório foi preso. Ele vai responder por falsificação de medicamento, crime inafiançável, com pena que varia de dez a 15 anos de prisão.
A polícia quer agora descobrir de onde vinha o material usado na fabricação dos medicamentos e quem eram os clientes do laboratório. O medicamento seria distribuído na região central de São Paulo.
O dono do laboratório é procurado pela polícia. Em 2000, ele foi preso pelo mesmo crime de falsificação de remédios.


VER MAIS SOBRE: arquivo


Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.