Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 16 de dezembro de 2014.

Lotes do genérico do Cialis já chegaram nas farmácias

COMPARTILHE:

A Sandoz, divisão de medicamentos genéricos do grupo Novartis, firmou um acordo comercial com a Eli Lilly do Brasil que permitiu à empresa colocar no mercado brasileiro, antes mesmo do fim da vigência da patente, uma versão genérica do Cialis, a Tadalafila. O Cialis é indicado para o tratamento de disfunção erétil e concorre com o Viagra (da Pfizer) e seu genérico, o Citrato de Sildenafila, num mercado que, no País, gira em torno de 53 milhões de unidades por ano ou R$ 500 milhões. Os primeiros lotes do genérico do Cialis já chegaram às farmácias e a expectativa da Sandoz é a de que o mercado, considerando-se somente números do medicamento de referência, dobre de tamanho no primeiro ano de venda do genérico, para cinco milhões de unidades. O acordo, inédito para a Sandoz no que se refere ao lançamento antes do fim da patente e exclusivo até que isso ocorra, na segunda metade de março de 2015, prevê que a produção e a embalagem da Tadalafila caberão à Eli Lilly no Brasil, enquanto a promoção e a comercialização do medicamento em todo o País ficarão com a Sandoz. "Todo o estoque inicial foi vendido, atendendo às expectativas. O mercado do Cialis deve crescer em volume e em valor à medida que chegarem as versões genéricas", disse o diretor de marketing e desenvolvimento de negócios da Sandoz, Diego Santoro. Fonte: Valor Econômico


VER MAIS SOBRE: arquivo


Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.