Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 5 de julho de 2011.

O certo e o errado no atendimento

COMPARTILHE:

Guia da Farmácia

O mínimo esforço investido em pequenas ações pode fazer toda a diferença no momento de atender o consumidor

O comércio varejista sempre deixou muito a desejar no item atendimento ao consumidor. Como resultado, os grandes magazines que se preocupam em investir no potencial de seus funcionários vêm lucrando muito por meio da fidelização de seus clientes.

Mas, nem tudo está perdido para os pequenos lojistas, um mínimo esforço investido em pequenas ações, pode fazer toda a diferença no momento de atender o consumidor.

Veja o certo e o errado no atendimento ao consumidor e confira como é fácil aumentar a suas vendas em qualquer época do ano.

1) Primeira impressão
Certo: Atender o consumidor de forma gentil e prestativa, sempre com um sorriso (sincero) no rosto.
Errado: Ficar medindo o consumidor com os olhos dos pés a cabeça.

2) Disponibilidade de atendimento
Certo: Mesmo que a loja esteja cheia, deixe o consumidor ciente que você está ali para ajudá-lo. Mostre-se acessível.
movimento, a vendedora irá atendê-lo assim que for solicitada.
Errado: Atender, se identificar (por nome ou número), depois sumir deixando o cliente sozinho.

3) Informação
Certo: Sinalizar a loja com informações úteis ao consumidor (bandeira dos cartões de créditos aceitos pela loja, formas de pagamento, datas para realização de trocas, etc.).
Errado: Fazer o consumidor escolher e depois dizer que não aceita a forma de pagamento sugerida por ele.

4) Pacote
Certo: Sugerir ao cliente opções diferentes de pacotes e informá-lo por meio de cartazes qual é o procedimento adotado pela loja.
Errado: “Enfiar” o produto do cliente em uma sacola qualquer sem dar satisfação alguma. Quando solicitado embrulho para presente, colocar um papel de presente junto com o produto e mandar o cliente embora.

O atendimento está intrinsecamente ligado ao respeito pelo consumidor. O comércio varejista deve ficar atento, pois o boca-a-boca é a ferramenta mais poderosa que o consumidor possui.


VER MAIS SOBRE: arquivo


Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.