ONU diz que vacina da nova gripe deve ser compartilhada com países pobres

G1

Os países ricos devem disponibilizar mais vacinas onde o vírus H1N1 começa a atacar, afirmaram autoridades sanitárias da Organização das Nações Unidas (ONU) neste domingo (4).

Eles disseram que uma maior preparação para a gripe suína é necessária nos países em desenvolvimento com sistemas de saúde piores e com populações jovens maiores, que são mais vulneráveis à doença.

"Podemos ver um padrão diferente do impacto uma vez que o vírus comece a atacar e irrompa nas comunidades pobres do mundo", explicou Julie Hall, especialista em doenças infecciosas da Organização Mundial de Saúde, agência da ONU.

A OMS, que classificou o H1N1 como pandemia global em junho, afirmou que 30% da população mundial, perto de 7 bilhões de pessoas, podem ser infectados.

Alguns países como os Estados Unidos, Brasil e França concordaram em disponibilizar 10% de seu estoque de vacinas para países em desenvolvimento. Fabricantes ainda doaram cerca de 150 milhões de doses da vacina.

É preciso mais, segundo David Nabarro, coordenador da ONU no combate a novas variações da gripe. "O desafio nas próximas semanas é consolidar a solidariedade entre as nações ricas e as pobres para assegurar que a vacina adequada seja disponibilizada", explicou.

Setembro e outubro geralmente marcam somente o início da época de gripe no hemisfério norte, mas há sinais de uma segunda onda de H1N1 depois que a primeira surgiu este ano, alertou Hall.
Até 20 de setembro, a gripe suína matou 3.917 pessoas em 191 países desde que foi identificada em abril, segundo a OMS.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Categorias

Receba as principais notícias direto no celular

Sala de imprensa

Esta é uma área dedicada especialmente para o atendimento à imprensa e com acessos aos nossos releases.

Receba nossa newsletter

Para notícias e ofertas exclusivas, digite seu e-mail abaixo.

Um programa para você ficar sempre bem informado

Saiba onde encontrar o número da matrícula

Todo associado, além do CNPJ, possui um número de matrícula que o identifica na Ascoferj. Abaixo, mostramos onde encontrá-lo no boleto bancário. Você vai precisar dele para seguir em frente com a inscrição.

BOLETO BANCÁRIO BRADESCO

Encontre em “Sacador / Avalista”.

boleto bradesco contribuição

BOLETO BANCÁRIO SANTANDER

Encontre em “Sacador/Avalista”.

boleto santander contribuição
Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.
×