fbpx
Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 22 de setembro de 2009.

Origem de remédios é investigada

COMPARTILHE:

Jornal da Tarde

A polícia abriu ontem mais dois inquéritos para apurar a venda de remédios roubados e desviados de hospitais públicos de São Paulo. Trata-se de um desdobramento da Operação Medula, que prendeu nove pessoas na sexta-feira por formação de quadrilha, receptação e venda de medicamentos de origem desconhecida.

O alvo agora do Departamento de Polícia de Proteção da Cidadania (DPPC) são as operações de venda dos remédios para hospitais e clínicas particulares do Estado – 21 deles foram vistoriados em São Paulo pela Vigilância Sanitária na sexta. Naquele dia, os fiscais de vigilância acharam dez caixas de MabThera – remédio oncológico vendido por até R$ 6 mil a caixa – no Fleury Hospital Dia. Outra caixa foi achada na Clínica Oncológica Serviços Médicos, em Higienópolis, no centro. Ontem, os policiais voltaram à clínica e apreenderam mais cinco caixas de MabThera e três de outros remédios. Ambos apresentaram notas ficais da compra por preços semelhantes aos de mercado, afirmou o delegado Sérgio Norcia.


VER MAIS SOBRE: arquivo


Logotipo Ascoferj

INFORMA

A Ascoferj informa que está em regime semipresencial.

Segundas, quartas e sextas: atendimento presencial, das 12h às 17h
Terças e quintas: atendimento remoto, das 8h às 17h.

Telefones de todos os setores para contato:

– Financeiro – (21) 98272-2882
– Jurídico – (21) 98097-0092
– Regulatório – (21) 98272-2852
– Comunicação – (21) 98272-2867
– DAC/Cursos – (21) 98399-0146
– Central de Negócios – (21) 98293-1816
– Comercial – (21) 98097-0099
– Relacionamento – (21) 98145-2036

Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.
×