Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 1 de agosto de 2011.

Pesquisa aponta alteração mínima no preço de medicamentos no mês de julho

COMPARTILHE:

Imprensa / Ascoferj

De acordo com a pesquisa Cesta de Medicamentos, realizada pela Fecomércio-RJ sobre as vendas no comércio farmacêutico, a variação nos valores dos produtos, em julho de 2011, foi de apenas 0,01%, tanto no Preço Máximo de Vendas quanto no Preço do Fabricante. O ligeiro aumento foi influenciado pela classe de Vitaminas e Nutrição, que se elevou 0,16% em relação ao Preço do Fabricante e 0,15% para o Preço Máximo de Vendas, sendo o único da cesta de 279 medicamentos analisados a sofrer alteração.

No primeiro semestre de 2011, os preços dos medicamentos, em geral, acumularam alta de 4,78% para o Preço do Fabricante e 4,80% para o Preço Máximo de Vendas, superando o mesmo período do ano passado, quando os percentuais foram de 2,39% e 2,42%, respectivamente. Neste mesmo período, os maiores aumentos ocorreram nas categorias de digestivos, tópicos e analgésicos.

Na análise feita em relação aos últimos 12 meses, houve elevação de 4,37% para o Preço do Fabricante e 4,36% para o Preço Máximo de Vendas. Os maiores índices foram registrados nas classes de digestivos, tópicos e psiquiatria. No ano anterior, as maiores altas foram registradas nas vendas de analgésicos, imunologias, alergias e tópicos.


VER MAIS SOBRE: arquivo


Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.