Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 8 de junho de 2009.

Plastrom Sensormatic intensifica parceria com rede de farmácias

COMPARTILHE:

Portal Fator Brasil

Empresa fornece sistema antifurto para drogarias

O setor de farmácias e drogarias está em constante crescimento e transformação. Para garantir rentabilidade nos negócios, os varejistas deste segmento estão investindo na diversidade de produtos, novos mercados, bons profissionais e sobretudo, segurança. Segundo dados da Abrafarma (Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias), em 2007 as redes de farmácias gastaram R$ 35 milhões em soluções de segurança para reduzir os furtos de mercadorias, que totalizaram aproximadamente R$ 42 milhões no ano passado.

Diante desse cenário, a Plastrom Sensormatic, empresa especializada em soluções eletrônicas de segurança para o varejo, instalou o sistema de proteção antifurto EAS (Electronic Article Surveillance), conhecido no Brasil como Vigilância Eletrônica de Mercadoria, em mais 15 lojas da Drogaria São Paulo, uma das principais redes de farmácias do mercado nacional. Hoje dos mais de 240 estabelecimentos que a Drogaria São Paulo possui no Brasil, 90 são protegidos pelas soluções da Plastrom Sensormatic.

O sistema EAS viabiliza a operação de venda e de auto-serviço para mercadorias, principalmente para aquelas com altos índices de furtos. Ele é composto por dois tipos de produtos: as antenas (pedestais instalados nas entradas das lojas) e as etiquetas (sensores/alarmes) que são colocadas nas mercadorias. "Essas etiquetas são removidas ou desativadas no caixa na hora do pagamento. Quando não retiradas, o alarme é ativado", explica Luciano Bottura, gerente de produtos da Plastrom Sensormatic.

Ao investir neste tipo de segurança, o maior objetivo das drogarias é reduzir os pequenos furtos, "Segundo nossa experiência, esses pequenos delitos podem resultar em um prejuízo de até 1% ao ano", explica Bottura, completando que entre os produtos mais furtados estão os comprimidos – analgésicos, relaxantes musculares e antiimpotência -, aparelhos de barbear, protetores solares e bronzeadores porque são mais fáceis de serem colocados em bolsos ou sacolas.

O gerente da Plastrom Sensormatic alerta quando as farmácias não possuem sistemas de proteção antifurto, elas optam por confinar as mercadorias e isso pode diminuir as vendas.


VER MAIS SOBRE: arquivo


Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.