fbpx
Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 30 de abril de 2009.

População não precisa comprar remédios

COMPARTILHE:

Gazeta Mercantil

A população não precisa comprar remédios contra a gripe suína. O alerta é do presidente da Sociedade de Infectologia do Rio de Janeiro, Samuel Kierszenbaum, que comentou hoje a procura pelo remédio Tamiflu, esgotado em farmácias da capital fluminense.

De acordo com Kierszenbaum, os pacientes que precisarem de tratamento vão receber o medicamento na dose adequada, de acordo com prescrição médica. Como nenhum caso foi detectado no país, ele acrescenta que não há motivo para alarde.

"Não adianta comprar remédios. O medicamento só funciona na hora certa. Não adianta comprar ou estocar o remédio. A indicação cabe ao médico", destacou. "Caso haja problema, o paciente será encaminhado e examinado.Confirmada a patologia, a pessoa será medicada".

O infectologista lembra que, com as temperaturas mais amenas nesta época do ano, gripes e resfriados são comuns. Para diferenciar os sintomas de uma gripe normal dos sintomas da gripe suína, ele explica que outras informações dadas pelo paciente também são consideradas.

"O dado epidemiológico faz a diferença. Se a pessoa veio de uma região onde está confirmada a gripe, como o México, pode ser um caso suspeito. Agora, uma [gripe] em pessoa que veio de um país sul-americano, por exemplo, não é motivo para entrar em pânico".

Kierszenbaum também reafirma que não há transmissão de gripe suína no consumo de carne de porco. Segundo ele, a transmissão é feita pelo ar, ao falar e ao tossir, por exemplo.

"Por isso, é recomendado o uso da máscara para quem vem de áreas onde casos da doença foram confirmados. É uma medida para proteger as pessoas daqui", acrescentou.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI), o vírus da gripe (Influenza) atinge cerca de 15% da população do mundo a cada ano e a incidência varia de acordo com a temperatura de cada região.


VER MAIS SOBRE: arquivo


Logotipo Ascoferj

INFORMA

A Ascoferj informa que está em regime semipresencial.

Segundas, quartas e sextas: atendimento presencial, das 12h às 17h
Terças e quintas: atendimento remoto, das 8h às 17h.

Telefones de todos os setores para contato:

– Financeiro – (21) 98272-2882
– Jurídico – (21) 98097-0092
– Regulatório – (21) 98272-2852
– Comunicação – (21) 98272-2867
– DAC/Cursos – (21) 98399-0146
– Central de Negócios – (21) 98293-1816
– Comercial – (21) 98097-0099
– Relacionamento – (21) 98145-2036

Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.
×