Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 17 de agosto de 2009.

Por precaução, embaixadas de 11 países estocam remédio

COMPARTILHE:

Folha de São Paulo

Para garantir acesso de seus cidadãos ao remédio contra a gripe suína, alguns países mandaram o Tamiflu para suas embaixadas no Brasil. Onze representações confirmaram ter reserva suficiente pelo menos para funcionários e suas famílias.

Tiveram essa precaução, pelo menos, França, Bélgica, Finlândia, Dinamarca, Holanda, Alemanha, Tailândia, Canadá, Austrália, EUA e Japão.

Os três últimos já tinham estoques pensando em pandemias anteriores; os demais receberam neste ano. O Reino Unido confirmou que fez o pedido à sede, e a Itália, que deve receber na próxima semana.
A maioria recebeu Tamiflu para eventual necessidade só de seus funcionários. Ao menos uma tem o remédio para praticamente toda a comunidade (mais de 15 mil pessoas), mas não divulga para evitar pânico.

Embaixada da Tailândia é uma das abertas a sua comunidade. O Tamiflu fica na residência do embaixador e é suficiente para dez pessoas -10% dos tailandeses no país. Nenhum dos países latino-americanos listados entre as 15 nações com mais mortes, segundo dados oficiais, enviou medicamento ao Brasil.

O Ministério da Saúde brasileiro cogita enviar o Tamiflu para embaixadas no exterior.


VER MAIS SOBRE: arquivo


Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.