Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 12 de julho de 2013.

Preço de medicamento para anemia varia até 1.500%

COMPARTILHE:

Um tratamento com medicamentos para combater a anemia por deficiência de ferro pode custar quinze vezes o preço de outra terapia, indica estudo da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O boletim analisou valores de 26 produtos disponíveis no mercado, com três substâncias diferentes (sulfato ferroso, ferripolimaltose e ferro aminoácido quelato). Eles integram a categoria de "medicamentos específicos" e não têm separação entre genérico, similar e de referência. A maior diferença de preços encontrada é entre o sulfato ferroso mais barato (R$ 5,65) e o ferro aminoácido quelato mais caro (R$ 88,49). Entre o mesmo princípio ativo, a maior disparidade constatada está na categoria do sulfato ferroso. A marca mais cara sai por R$ 36,96. Para o cálculo, a agência considerou o valor de um tratamento mensal com dose de 120 mg/dia de ferro elementar, em três meses de tratamento. E o preço máximo de venda ao consumidor, sob a alíquota de 18% de ICMS. Fonte: Folha de S.Paulo


VER MAIS SOBRE: arquivo


Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.