Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 27 de novembro de 2008.

Temporão envia 17 toneladas de medicamentos a SC

COMPARTILHE:

Ministério da Saúde

Em visita ao estado, ministro da Saúde confirma também a liberação de R$ 100 milhões em recursos extraordinários

O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, anunciou nesta quarta-feira (26), em visita a Santa Catarina, medidas emergenciais para socorro às vítimas das enchentes no Estado. Após reunião com o governador de Santa Catarina, Luiz Henrique da Silveira, Temporão confirmou o envio de 17 toneladas de medicamentos e insumos médicos, a solicitação de um hospital de campanha ao Ministério da Defesa, além da liberação de R$ 100 milhões para recuperação das unidades de saúde dos municípios catarinenses.

"É uma decisão rápida para disponibilizar, sem burocracia, os recursos necessários para o estado", disse o ministro José Gomes Temporão.

Os medicamentos disponibilizados pelo ministério são indicados para o tratamento de doenças comuns em situações de enchentes, como leptospirose, hepatite, diarréia e problemas relacionados à má qualidade da água. As primeiras 10 toneladas de medicamentos deverão estar disponíveis já nesta quinta-feira (27).

Os R$ 100 milhões anunciados pelo ministro Temporão para recuperação física, funcional e reforço de custeio das unidades de saúde em Santa Catarina serão incluídos na Medida Provisória do governo que destinará recursos extraordinários para atendimento a situações de emergência.

Durante a visita ao Estado, o ministro constatou a situação crítica dos hospitais, policlínicas e unidades de atendimento locais. Há, por exemplo, a necessidade de atenção à qualidade da água fornecida aos hospitais do Estado, especialmente àqueles que oferecem serviços especializados ou de alta complexidade, como hemodiálise.

Já o hospital de campanha é uma solicitação do Ministério da Saúde ao Ministério da Defesa, que já confirmou sua execução. A unidade será instalada no momento e local definidos pelo governo de Santa Catarina para atendimento à população.

Temporão anunciou ainda que o Ministério da Saúde se compromete a repor o estoque de vacinas do Estado, uma vez que uma quantidade de imunizações foi perdida com a falta de energia elétrica nos locais de armazenamento. O ministério também vai contribuir para equilibrar o estoque de soro antiofídico e soro antitetânico em Santa Catarina.

Desde a última segunda-feira (24), o Ministério da Saúde enviou ao estado técnicos especializados em situações de desastres para um diagnóstico da situação da rede básica de saúde e dos problemas enfrentados pela população local. A equipe continuará em Santa Catarina e outros técnicos do Ministério da Saúde podem ser deslocados caso seja identificada a necessidade de reforço nas ações conduzidas pelo governo estadual.

As medidas emergenciais anunciadas pelo ministro Temporão, em Santa Catarina, estão em conformidade com as diretrizes do Programa Vigidesastres (Vigilância em Saúde Ambiental relacionada aos riscos decorrentes dos desastres naturais) do Ministério da Saúde.
Implementado em 2005, o Vigidesastres tem como atribuição o desenvolvimento de ações de planejamento, ge


VER MAIS SOBRE: arquivo


Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.