Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 17 de junho de 2011.

Varejo farmacêutico deve crescer 10% neste ano

COMPARTILHE:

Diário do Grande ABC

O varejo farmacêutico brasileiro há anos chama a atenção pela sua invejável performance. Neste ano, não vai ser diferente. A estimativa é que cresça em torno de 10% e feche 2011 com faturamento total de R$ 41 bilhões, segundo a IMS Health, consultoria norte-americana especializada na área farmacêutica. Entre março de 2010 e abril de 2011, o setor movimentou R$ 37,7 bilhões. Ainda de acordo com a consultoria, a perspectiva é que, até 2015, o setor mantenha uma taxa de crescimento anual sempre na casa dos dois dígitos, de 10% em cada período.

E os ventos sopram a favor do setor que possui a maior rede de farmácias e drogarias do mundo (são 60 mil em todo o país, de acordo com o Conselho Federal de Farmácia). Dados da Nielsen revelam que aumentou a quantidade de consumidores que preferem comprar produtos de higiene e beleza no canal farma. De acordo com a Nielsen, o número de lares que adquire itens dessa categoria no varejo farmacêutico passou de 59,9%, em 2009, para 61,9%, no ano passado. Dois pontos parecem representar pouco em termos percentuais, mas equivalem a um acréscimo, em números absolutos, de 740 mil lares. Em termos de faturamento, o estudo apontou uma variação média positiva em todo o território nacional de 10,1% no mesmo período, com destaque para as regiões de São Paulo e Grande São Paulo, que cresceram muito acima da média (20,9%).

E os itens de higiene e beleza devem continuar a puxar cada vez mais as vendas no canal farma. Basta dizer que o Brasil é o terceiro país onde mais se consome esses artigos no mundo. De acordo com o Instituto Euromonitor, o país registrou entre os cinco países líderes nesse segmento a maior taxa de crescimento de vendas da categoria. Ou seja, a população brasileira consumiu 30% mais em 2010, em comparação com o ano anterior, injetando US$ 9 bilhões nos negócios do setor de higiene e beleza.

A classe C se destaca entre os consumidores desses itens. Segundo a Kantar Worldpanel, apenas entre janeiro e março de 2011 houve um incremento de 22% no gasto com itens de higiene e beleza pela classe média brasileira.


VER MAIS SOBRE: arquivo


Logotipo Ascoferj

INFORMA

A Ascoferj informa que estará trabalhando de forma semipresencial no mês de janeiro.

 

Segundas, quartas e sextas: atendimento presencial na sede de 8h às 17h.

Terças e quintas: atendimento remoto de 8h às 17h.

Telefones de todos os setores para contato:

– Financeiro – (21) 98272-2882
– Jurídico – (21) 98097-0092
– Regulatório – (21) 98272-2852
– Comunicação – (21) 98272-2867
– DAC/Cursos – (21) 98399-0146
– Central de Negócios – (21) 98293-1816
– Comercial – (21) 98097-0099

Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.