Pressão alta causa diversas doenças
Foto: iStock
Pressão alta causa diversas doenças
Foto: iStock

A hipertensão arterial, também conhecida como pressão alta, é caracterizada por níveis de pressão arterial acima de 140x90mmHg (“14 por 9”). A condição prejudica a circulação sanguínea e faz com que os órgãos deixem de receber sangue e oxigenação suficientes, o que pode ocasionar graves consequências.

Roberto Yano, cardiologista especialista em Estimulação Cardíaca Artificial pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular e Associação Médica Brasileira, explica quais são as doenças que podem ser desencadeadas pela pressão alta.

1 – Infarto

O infarto agudo do miocárdio ocorre geralmente quando um coágulo bloqueia o fluxo sanguíneo para o coração. Sem sangue, o tecido perde oxigênio e morre. Yano explica que a pressão alta é o principal fator de risco para o infarto.

“O excesso de pressão sobre a parede do coração dificulta o seu pleno funcionamento, podendo ocorrer dificuldade na contração e no relaxamento do músculo cardíaco. Além disso, quando a hipertensão não é tratada adequadamente, ao longo dos anos, as artérias coronárias são fragilizadas e lesionadas, ocorrendo o acúmulo de gordura no subendotélio, o que pode resultar no temido infarto”, pontua o especialista.

2 – Derrame cerebral

O acidente vascular cerebral (AVC) consiste no entupimento ou rompimento de algum vaso sanguíneo cerebral. “Da mesma maneira que a pressão alta lesiona as artérias do coração, ela pode afetar as artérias cerebrais, provocando o AVC”.

Há ainda a arritmia específica, chamada de fibrilação atrial, que pode ocorrer devido à pressão alta. É potencialmente grave, já que causa coágulos no coração, que se desprendem e entopem a artéria cerebral.

Quando não mata, o AVC pode provocar sequelas leves e passageiras ou graves e incapacitantes, como paralisia de partes do corpo.

3 – Insuficiência cardíaca

Ocorre quando o coração não bombeia mais sangue o suficiente para nutrir o corpo. “A pressão alta dificulta o batimento natural do nosso coração, exigindo que ele faça mais força do que deveria. Com o passar do tempo, isso provoca aumento de tamanho do órgão e o déficit no seu funcionamento. Como consequência, o coração fica fraco, ou seja, com insuficiência cardíaca”, afirma Yano.

4 – Insuficiência renal

Para que os rins funcionem, é preciso que a pressão arterial esteja normal. Segundo o cardiologista, a pressão alta sobrecarrega e enfraquece os rins, assim como rins fracos descontrolam a pressão arterial. Se não tratado, pode levar à perda renal e necessidade de diálise.

5 – Arritmia cardíaca

Condição em que ocorre alteração do ritmo dos batimentos cardíacos. Casos graves podem ocorrer decorrentes da hipertensão arterial.

Veja também: Com gripe e Covid em alta, confira 6 dicas para se proteger

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Categorias

Receba as principais notícias direto no celular

Sala de imprensa

Esta é uma área dedicada especialmente para o atendimento à imprensa e com acessos aos nossos releases.

Receba nossa newsletter

Para notícias e ofertas exclusivas, digite seu e-mail abaixo.

Um programa para você ficar sempre bem informado

Talvez se interesse por:

Saiba onde encontrar o número da matrícula

Todo associado, além do CNPJ, possui um número de matrícula que o identifica na Ascoferj. Abaixo, mostramos onde encontrá-lo no boleto bancário. Você vai precisar dele para seguir em frente com a inscrição.

BOLETO BANCÁRIO BRADESCO

Encontre em “Sacador / Avalista”.

boleto bradesco contribuição

BOLETO BANCÁRIO SANTANDER

Encontre em “Sacador/Avalista”.

boleto santander contribuição
Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.
×