Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 13 de outubro de 2014.

A categoria infantil deve fornecer todos os itens indispensáveis no dia a dia

COMPARTILHE:

O setor reservado para produtos específicos para crianças exige do ponto de venda uma atenção especial. Isso porque, o varejista precisa estar atento às necessidades das mamães que procuram por produtos que garantam o bem-estar dos pequenos. Os itens de cuidados infantis são priorizados na renda familiar e, por isso, o momento da compra é tão importante. Segundo o diretor de Marketing de Johnson’s baby, Fernando Guerra, esse espaço deve facilitar a rotina de compra, por isso, para elaboração do processo de gerenciamento por categoria de higiene infantil é necessário entender o comportamento de compra e o perfil do consumidor. “A partir deste estudo, é possível construir uma recomendação de exposição e sortimento eficiente de acordo com o foco e realidade de cada varejo, desenvolvendo oportunidades para melhorar a experiência de compra no ambiente de varejo e tornar o ponto de venda ainda mais rentável”, afirma. Guerra explica que os produtos da categoria são divididos pelas mães conforme as necessidades de higiene do bebê/criança e o momento de uso. “Desta forma, é estratégico colocar os produtos geradores de tráfego como: sabonetes, cuidados com o cabelo e lenços umedecidos no final da exposição e iniciá-la com produtos de menor penetração e maior valor agregado como pós-banho, para aumentar a lucratividade da gôndola”, completa. Fonte: HPC Essencial-Edição 65


VER MAIS SOBRE: arquivo


Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.