Anvisa lança cartilha com recomendações técnicas para o combate ao Aedes aegypti

Mais um instrumento para o combate ao Aedes aegypti e, consequentemente, para a prevenção e o controle da Dengue, Chikungunya e Zika: trata-se de uma cartilha com “Recomendações técnicas”, elaborada pela Anvisa.
1066735_68890648

1066735_68890648Mais um instrumento para o combate ao Aedes aegypti e, consequentemente, para a prevenção e o controle da Dengue, Chikungunya e Zika: trata-se de uma cartilha com “Recomendações técnicas”, elaborada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que traz subsídios e recomendações para auxiliar as vigilâncias sanitárias de todo o País. Com este material, o Sistema Nacional de Vigilância Sanitária oferece mais informações para desenvolver, junto às demais áreas do setor saúde, suas ações no combate ao mosquito, tanto nas situações de rotina quanto em ocasiões especiais, onde a atuação conjunta com outros agentes de saúde seja necessária para a intervenção em estabelecimentos comerciais ou em domicílios.

O diretor-presidente da Anvisa, Jarbas Barbosa, ressalta que a cartilha orienta, além dos integrantes do Sistema Nacional de Vigilância Sanitária, as equipes das secretarias estaduais e municipais de Saúde, possibilitando que elas sejam parte ativa da mobilização nacional contra o mosquito transmissor da Dengue, Chikungunya e Zika.

“As vigilâncias sanitárias estaduais e municipais podem representar um aliado fundamental nas ações de controle de vetores, identificando pontos críticos e vulneráveis, além de realizar diversas outras atividades que, com essa cartilha, ganham a necessária orientação técnica.”

O documento aborda duas questões principais: o papel da vigilância sanitária no âmbito da vigilância em saúde, no que tange ao controle do principal vetor das doenças, o Aedes aegypti e a fiscalização e o monitoramento de produtos repelentes e inseticidas no mercado.

O diretor do Sistema Nacional de Vigilância Sanitária, Ivo Bucaresky, destaca a relevância de se elaborar instrumentos e materiais que possam dar apoio na luta contra o Aedes aegypti, um enorme problema de saúde pública. “A Zika, a Chikungunya e a Dengue implicam em consequências importantes, algumas vezes mortais. Portanto, todo trabalho que o governo faz pra tentar controlar o Aedes aegypti é fundamental e a Anvisa também tem esse papel. A ideia desse documento é mostrar como a Anvisa e os demais componentes do Sistema Nacional de Vigilância Sanitária podem atuar no combate ao mosquito.”

Fonte: Anvisa

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Receba as principais notícias direto no celular

Sala de imprensa

Esta é uma área dedicada especialmente para o atendimento à imprensa e com acessos aos nossos releases.

Receba nossa newsletter

Para notícias e ofertas exclusivas, digite seu e-mail abaixo.

Um programa para você ficar sempre bem informado

Logotipo Ascoferj

INFORMA

A Ascoferj informa que está em regime semipresencial.

Segundas, quartas e sextas: atendimento presencial, das 8h às 17h
Terças e quintas: atendimento remoto, das 8h às 17h.

Telefones de todos os setores para contato:

– Financeiro – (21) 98272-2882
– Jurídico – (21) 98097-0092
– Regulatório – (21) 98272-2852
– Comunicação – (21) 98272-2867
– DAC/Cursos – (21) 98399-0146
– Central de Negócios – (21) 98293-1816
– Comercial – (21) 98097-0099

Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.
×