Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 14 de agosto de 2012.

Anvisa sensibiliza para evitar venda de tarjados sem receita

COMPARTILHE:

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) pretende proibir a venda de medicamentos de tarja vermelha (como anticoncepcionais, anti-inflamatório e medicamentos para hipertensão) sem prescrição médica. De acordo com a lei de 1977, estabelecimentos que vendem medicamentos tarjados sem a prescrição médica estão sujeitos à interdição, advertências, multas, e até cancelamento de licença. "Estamos preparando um esforço para informar as ações que as vigilâncias sanitárias devem fazer”, afirma Dirceu Barbano, diretor-presidente da Anvisa. Para Barbano, é possível resolver este problema sem a nova lei, apenas com a sensibilização das vigilâncias e farmácias. "Vamos dar um tempo para o segmento se sensibilizar. Se não funcionar, a Anvisa pode tomar medidas do ponto de vista regulatório.” Fonte: Febrafar


VER MAIS SOBRE: arquivo


Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.