Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 1 de outubro de 2009.

AVC: Ministério Público abre inquérito para garantir acesso a remédio

COMPARTILHE:

Folha de S. Paulo

O Ministério Público Federal instaurou anteontem um inquérito civil público para garantir que o SUS (Sistema Único de Saúde) distribua o único medicamento que trata o AVC (acidente vascular cerebral) e para acompanhar a política de distribuição do remédio no Estado de São Paulo. O remédio é um trombolítico (dissolve coágulos) e tem o princípio ativo alteplase.
No último dia 24, a Folha publicou uma reportagem sobre a suspensão, pelo Ministério da Saúde, de uma iniciativa que implantaria a distribuição do remédio.

O procurador regional dos direitos do cidadão, Jefferson Aparecido Dias, responsável pelo inquérito, enviou ofícios pedindo esclarecimentos ao secretário de atenção à saúde, Alberto Beltrame, e à ONG Rede Brasil AVC, que participava da implantação do projeto.
A neurologista Sheila Martins, presidente da ONG, afirma que ainda não viu o ofício. "É uma boa notícia. Mostra que as pessoas estão se mexendo".
Na semana passada, ela enviou uma mensagem com explicações sobre o ocorrido a mais de 300 pessoas envolvidas no projeto, entre médicos e secretários de saúde.

Ela afirmou que enviaria ontem ao ministro da Saúde, José Gomes Temporão, uma carta explicando novamente o projeto. "Gostaria de ver se ele não quer ter uma chance de rever o projeto", afirma.
O Ministério da Saúde disse que, até as 20h, não confirmava o recebimento do ofício. "Porém, quando for notificado, as explicações serão devidamente prestadas", afirmou em nota.


VER MAIS SOBRE: arquivo


Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.