Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 14 de outubro de 2020.

Buscas por empresas farmacêuticas aumentou 20% em 2020

COMPARTILHE:

Buscas por empresas farmacêuticas cresce na pandemia Foto: freepik

Com o objetivo de entender o comportamento do brasileiro em relação à procura por medicamentos em meio à pandemia, a SEMrush, líder global em marketing digital, realizou um estudo que mostrou um aumento significativo nas buscas por itens como ivermectina, azitromicina, cloroquina e hidroxicloroquina. Além disso, algumas marcas de produtos e farmacêuticas também foram buscadas, totalizando um aumento de 20% em relação ao ano de 2019.

Laboratórios e marcas

A procura pela marca Cremer, por exemplo, um fabricante de produtos usados na prevenção da Covid-19, teve uma média mensal de 88 mil buscas em 2020, o equivalente a um crescimento de 35% em relação a 2019.

Empresas como Eurofarma também foram mais pesquisadas – a média mensal de janeiro a julho foi de 51 mil buscas, com o pico no mês de julho (40,5 mil). Já a farmacêutica Pfizer, em razão dos estudos da vacina experimental, teve um aumento de 551% nas pesquisas entre os meses de março e julho, sendo 90,5 mil delas somente no sétimo mês do ano. A EMS foi a farmacêutica que teve a maior alta nas buscas em julho (22%), com 33 mil pesquisas.

Ao analisar a média de tráfego mensal nos sites das cinco principais representantes da indústria farma em relação a 2019, é possível notar um crescimento de 161% em relação à Eurofarma, 104% em relação à Medley, 80% em relação à EMS, 72% em relação à Sanofi e 28% em relação à Novartis.

Medicamentos

Ao analisar as buscas em relação a medicamentos, o termo cloroquina teve um crescimento de 8.143% entre fevereiro e março de 2020, saltando de 14 mil para mais de 1,2 milhão de buscas. A ivermectina cresceu 3.618%, indo de 110 mil para 4,090 milhões.

A azitromicina foi procurada 152% mais vezes em relação a 2019, chegando a uma média mensal de 599 mil pesquisas em 2020. Já hidroxicloroquina teve o ápice de buscas em abril, sendo procurada 301 mil vezes, o equivalente a 652% a mais do que o mesmo mês em 2019.

Custos por clique

Com o início da pandemia em março, houve também um aumento no custo por clique (CPC) em anúncios pagos de empresas do setor farmacêutico, a partir de buscas pelos termos “medicamento genérico” e “remédio genérico”.

Em todo o Brasil, um dos termos mais pesquisados foi “farmácia 24h”, com média de custo de R$ 321,86 em janeiro, enquanto no mês de março o termo mais procurado foi “medicamentos genéricos e similares”, no valor de R$ 130.385 por clique.

Veja também: Biogen submete ao Ministério da Saúde novo pedido de incorporação de medicamento para atrofia muscular espinhal

Fonte: Revista da Farmácia


VER MAIS SOBRE: Empresa farmacêutica / Laboratório farmacêutico


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logotipo Ascoferj

INFORMA

Olá, Associado Ascoferj! Dê um play ▶️ e veja o CONVITE que o Bernardinho do voleibol tem para você! 😉

Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.