Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 22 de agosto de 2014.

Cabo Frio recebe Circuito Ascoferj e promove painel de debates com autoridades do setor

COMPARTILHE:

"" Cabo Frio, no dia 21 de agosto, tiveram a chance de, em um único encontro, ouvir importantes autoridades do setor durante painel de debates. Fizeram parte da mesa o presidente da Ascoferj, Luis Carlos Marins; o advogado e consultor jurídico da Ascoferj, Gustavo Semblano; o presidente do CRF-RJ, Marcus Athila; a coordenadora da Seccional de Cabo Frio, Talita Barbosa; a diretora da Divisão de Vigilância e Fiscalização de Insumos, Medicamentos e Produtos do Estado do Rio de Janeiro (SUVISA/SVS/SES/RJ), Ana Paula Brandão; a diretora da Divisão de Gestão e Projetos da Vigilância Sanitária do Rio de Janeiro, Marília Alvim; e o vice-prefeito de Cabo Frio, Silas Rodrigues Bento. Entre os assuntos pautados, estavam a obtenção da licença sanitária e a fiscalização de farmácias e drogarias. Além disso, os participantes esclareceram dúvidas com perguntas direcionadas às autoridades presentes no Circuito. Na ocasião, Luis Carlos Marins lembrou que, infelizmente, as farmácias e drogarias de Cabo Frio sofrem para conseguir a licença sanitária, o que gera uma série de dificuldades para o empresário do varejo. “A situação aqui é complicada, pois sem a licença o empresário fica impedido de comprar medicamentos controlados, por exemplo, o que é uma grande perda para ele”, afirmou. De acordo com a diretora da Visa Estadual, Ana Paula Brandão, Cabo Frio não tem, em sua vigilância sanitária local, a atuação de um farmacêutico, fazendo com que o órgão municipal dependa da Visa Estadual nas atividades de fiscalização. “Temos seis farmacêuticos, número insuficiente para atender à demanda do estado e também de outros municípios, como Cabo Frio”, justificou. Ainda segundo Ana Paula, a partir de novembro deste ano, todos os órgãos municipais de vigilância sanitária deverão executar as ações de controle sanitário, inspeção, concessão, revalidação e cancelamento de licença, conforme a Deliberação CIB-RJ nº 3.036, de 24 de julho de 2014. “A notícia é boa, uma vez que os municípios ficam obrigados a fazer o serviço completo de vigilância sanitária”, destacou. O vice-prefeito Silas Rodrigues Bento mostrou-se interessado em lutar pela causa do varejo e auxiliar no que for preciso para que a Vigilância Sanitária de Cabo Frio passe a ter o farmacêutico em seu quadro de profissionais. “Estamos trabalhando para que a realidade mude. Em breve, sairemos dessa situação, e os empresários poderão obter a licença sanitária sem tais dificuldades”, disse. Já o presidente do CRF-RJ, Marcus Athila, falou sobre o trabalho dos fiscais do Conselho nas farmácias e drogarias durante a fiscalização. “Faço questão de me reunir com o chefe de Fiscalização da entidade e orientá-lo para que o trabalho da equipe seja sempre realizado de forma respeitosa e, sobretudo, com ética e de acordo com a legislação vigente”, comentou Athila. Após o painel de debates, a Distribuidora de Produtos Farmacêuticos e Perfumaria Rio Drog’s realizou a Rodada de Negócios oferecendo condições especiais de negociações exclusivas para os participantes do Circuito Ascoferj. Além disso, brindes foram sorteados. Em breve, confira a matéria completa na edição nº 182 da Revista da Farmácia. Veja as fotos. Fonte: Comunicação Ascoferj


VER MAIS SOBRE: arquivo


Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.