Pular para o conteúdo
.

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 12 de setembro de 2019.

Como aumentar a venda de suplementos alimentares?

COMPARTILHE:

Genivaldo fala sobre suplementos alimentares Foto: Humberto Teski

O programa É de Farmácia do dia 3 de setembro contou com a presença do diretor Comercial da Midway Labs, Genivaldo Gomes, para falar sobre como as farmácias podem se organizar para aumentar a venda de suplementos alimentares.

O que são suplementos alimentares?

Os suplementos alimentares, também conhecidos como suplementos nutricionais, têm como objetivo complementar a alimentação diária das pessoas. “As pessoas, cada vez mais, estão se preocupando com a qualidade de vida, e esses produtos vêm auxiliar nesse cuidado”, explica Genivaldo.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), inclusive, regulamentou esse tipo de produto em 2018, ajudando a diferenciá-lo de medicamentos. Com isso, ficou claro que os suplementos auxiliam na saudabilidade e nutrição da população.

Mercado de suplementos está em expansão

Gomes revela que tanto o campo das farmácias quanto o alimentício estão buscando se adequar à entrada ainda mais assertiva dos suplementos no mercado. “Antigamente, falava-se sobre os suplementos vitamínicos, e hoje em dia a gama é muito maior: aminoácidos, proteínas, energéticos, entre outros”, diz.

Existem ainda produtos voltados especificamente para o cuidado com partes específicas do corpo, como é o caso do colágeno, utilizado para a pele, musculatura e articulações. Shakes e redutores de medida também entram nessa categoria.

Além disso, o conceito de que o mercado é apenas para atletas também está sendo modificado. “Hoje em dia, as academias já recomendam a suplementação nutricional para quem faz os exercícios, o que garante melhor aproveitamento”, comenta Genivaldo.

Rentabilidade nas farmácias

Ainda que o faturamento em 2018 tenha chegado a 2,2 milhões de reais, e a expectativa seja de que até o fim de 2019 cresça 15%, Gomes revela que o resultado não foi tão bom dentro das farmácias. “Ano passado, o canal farma representou apenas 13% das vendas totais. Isso aconteceu porque os produtos não estavam disponíveis para os consumidores no ponto de venda”.

Um dos pontos considerados mais importantes para o diretor comercial é o tíquete médio. E os suplementos podem aumentá-lo. “A visibilidade da embalagem e a decoração da farmácia ajudam a melhorar as vendas”, afirma.

Genivaldo explica que os produtos necessitam estar expostos sempre no setor de autosserviço dos pontos de venda, já que a suplementação é voltada para diversas áreas, como a da estética, com os dermonutrientes; e da saúde, com as proteínas.

Consumo excessivo não é recomendado

Mesmo com todos os benefícios, é preciso ficar atento ao consumo acima do recomendado. “Cada embalagem traz as dosagens diárias permitidas de acordo com a atividade física, com o dia a dia. Tudo é muito bem explicado pela indústria”, esclarece Gomes.

Além disso, é preciso que haja acompanhamento de um profissional, seja um nutricionista, médico nutrólogo ou educador físico.

Profissionais que vendem precisam de treinamento

Na visão do diretor comercial, o treinamento dos profissionais que estão nas farmácias para auxiliar os clientes a escolher o melhor produto é o grande desafio. “Assim como foi com a chegada dos dermocosméticos com as dermoconsultoras, é importante que se tenha um plano de treinamento. Estamos trabalhando muito com nutricionistas e educadores físicos, o que garante a venda imediata”, finaliza Genivaldo.

Assista ao programa completo no canal da Ascoferj no YouTube.

Veja também: Revisão na RDC 44 da Anvisa: o que vai mudar?

Fonte: Revista da Farmácia


VER MAIS SOBRE: Farmácia / Suplemento alimentar / vendas


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *