Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 15 de agosto de 2016.

Como manter uma equipe de alto desempenho

COMPARTILHE:

Revista da Farmácia (ed. 193):

20150918_GE_152009_a7s_©humberto_teski_baixa
Lucia Gadelha, especialista em RH

Nossos comportamentos são, geralmente, motivados pelo desejo de alcançar algum objetivo. A unidade básica de comportamento é a atividade. Como seres humanos, realizamos várias atividades ao mesmo tempo: estudamos, trocamos informações, trabalhamos, dirigimos. Muitas vezes, realizamos mais de uma atividade simultaneamente. O que leva as pessoas a se envolverem com determinado tipo de atividade é a vontade de realizar, ou seja, motivação. Portanto, a motivação depende da intensidade dos motivos, que podem ser definidos como necessidades ou desejos.

O psicólogo americano Abraham Maslow desenvolveu uma teoria conhecida como Hierarquia de Necessidades, ou seja, todo ser humano tem desejos e necessidades. Maslow concebe as necessidades organizadas por categorias em uma hierarquia de predomínio relativo, na qual as necessidades fisiológicas são primordiais, seguidas das necessidades de segurança, relacionamento e estima e autorrealização.

Para manter a sua equipe motivada, sugerimos algumas dicas a serem praticadas na liderança, como estratégia de incentivo:

Oferecer desafios: Responsabilizar funcionários pela implantação de um projeto ou desenvolver uma nova estratégia. Todo processo de conhecimento gera motivação por meio do estudo, das mudanças e do estímulo a novas ideias. Sair do convencional e dos padrões ajuda a nos tornarmos mais criativos;

Perspectiva de crescimento: Investir no funcionário e oferecer oportunidades de crescimento são atitudes que geram um crédito de confiança no relacionamento entre colaboradores e liderados. Manter os funcionários realizando, durante anos, o mesmo trabalho diariamente não é nem um pouco estimulante e gera acomodação.  Mas, quando são estimulados e incentivados a desenvolver diferentes habilidades técnicas ou comportamentais, os mais motivados se destacam.

Integração da equipe: O clima organizacional da empresa e o relacionamento ético e humanizado no ambiente do trabalho contam pontos cruciais. As pessoas sentem que, mais do que colegas, têm parceiros e amigos ao lado, em quem todos confiam e com quem colaboram, na busca do mesmo objetivo. Todos evoluem e aprendem continuamente uns com os outros, gerando motivação e entusiasmo na realização das tarefas, mesmo as mais desgastantes.

Dar significado as tarefas: É fundamental que as pessoas percebam a importância e o propósito na realização das suas atividades. Isso dá segurança e uma imensa satisfação pessoal. Manter-se motivado é saber que o trabalho realizado faz toda a diferença. Estimular os funcionários a perceberem os resultados e elogiar continuamente geram motivação e autoestima elevada.

Feedback: Um dos fatores mais motivadores que um Líder pode utilizar com suas respectivas equipes é dar feedback sobre o andamento do trabalho, pois a ferramenta sinaliza os pontos fortes e diferenciais e também os pontos a serem melhorados, contribuindo para que possam aprimorar as habilidades. Em nossa cultura, feedback ainda é interpretado como crítica e tem implicações emocionais (afetivas) e sociais muito fortes, em termos de amizade, status, competência e reconhecimento social. A prática do feedback contribui para construir uma equipe mais madura e consciente do desempenho pessoal e profissional, que busca constantemente o aprimoramento.

Comunicação Ascoferj



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.