Consumo de analgésicos e vitaminas cresce durante a pandemia

Consumo de analgésicos e vitaminas cresce durante pandemia
Foto: freepik
Consumo de analgésicos e vitaminas cresce durante pandemia
Foto: freepik

A pandemia da Covid-19 fez com que analgésicos e vitaminas passassem a compor mais de 70% do volume da cesta de medicamentos isentos de prescrição (MIPs). Muito disso porque a população começou a se preocupar mais em aumentar a imunidade, como aponta um estudo da Kantar, líder global em dados, insights e consultoria.

As vitaminas e multivitamínicos, por exemplo, ganharam mais de 1,7 milhões de novos lares de compradores no segundo trimestre de 2020 em comparação com o primeiro.

Antes da quarentena

Em fevereiro, antes do isolamento social começar, os shoppers com mais de 50 anos eram os principais responsáveis pelo consumo desses produtos, com um gasto médio mensal de R$ 52 em suplemento vitamínico, o equivalente a quase metade do faturamento da categoria.

Já os analgésicos são consumidos, em sua maioria, por famílias que tenham crianças de até 12 anos. Em março, esse público foi responsável por 52% do faturamento desse tipo de produto.

Pandemia

Assim que a pandemia se iniciou, em quase todo o Brasil ocorreu grande estoque desses itens sem necessidade de uso imediato, com exceção apenas do Grande Rio de Janeiro e do interior do Estado de São Paulo.

O medo de aglomerações e a necessidade de comprar perto de casa fez com que canais de vizinhança, como as farmácias independentes, ganhassem mais participação no decorrer dos meses no mercado de antigripais.

Veja também: Bayer lança plataforma para desmistificar o uso do contraste em exames de imagem

Fonte: Revista da Farmácia

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Categorias

Receba as principais notícias direto no celular

Sala de imprensa

Esta é uma área dedicada especialmente para o atendimento à imprensa e com acessos aos nossos releases.

Receba nossa newsletter

Para notícias e ofertas exclusivas, digite seu e-mail abaixo.

Um programa para você ficar sempre bem informado

Saiba onde encontrar o número da matrícula

Todo associado, além do CNPJ, possui um número de matrícula que o identifica na Ascoferj. Abaixo, mostramos onde encontrá-lo no boleto bancário. Você vai precisar dele para seguir em frente com a inscrição.

BOLETO BANCÁRIO BRADESCO

Encontre em “Sacador / Avalista”.

boleto bradesco contribuição

BOLETO BANCÁRIO SANTANDER

Encontre em “Sacador/Avalista”.

boleto santander contribuição
Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.
×