Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 31 de maio de 2010.

EMS reúne pediatras para discutir uso indiscriminado de antibióticos

COMPARTILHE:

Alanac

O inverno se aproxima e diversas doenças típicas dessa estação tendem a ganhar força. Por este motivo, a indústria farmacêutica EMS, em Hortolândia, reuniu ontem 130 pediatras no VI Simpósio de Antibioticoterapia, a fim de discutir uma séria questão de saúde pública: o aumento do uso indiscriminado de antibióticos – especialmente em crianças.

Nos períodos secos, segundo os especialistas, o tratamento com antibióticos passa a ser utilizado em doenças causadas por vírus. Porém, “não existe ação desses medicamentos contra os vírus causadores dos resfriados e das gripes”, afirmou o palestrante mineiro, Ricardo Neves Godinho.

Além disso, o uso indiscriminado de antibióticos pode comprometer a eficácia dos mesmos em casos necessários e apropriados, ou seja, pode criar uma resistência bacteriana.

Outro problema discutido foi o fato de os próprios médicos receitarem antibióticos desnecessariamente. De acordo com a otorrinolaringologista Tania Sih, nem sempre uma amigdalite necessita de um antibiótico, por exemplo. “O médico sempre deve analisar um conjunto de fatores para receitar este tipo de medicamento. Muitas vezes, o estágio desta doença exigirá apenas um analgésico”, ressaltou. Além disso, o simpósio defendeu que “os médicos precisam praticar a chamada Terapia da Informação, difundindo os malefícios do uso errôneo dos antibióticos”, disse Godinho.


VER MAIS SOBRE: arquivo


Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.