Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 29 de setembro de 2009.

Estudo mostra que stent Endeavor® reduziu em 48% o risco de ataque cardíaco ou morte por problemas cardíacos comparado ao stent Taxus®

COMPARTILHE:

Snif Brasil

Recentes resultados do teste clínico ENDEAVOR IV – extenso estudo que traça uma comparação direta entre dois tipos de stents (endoprótese coronária) farmacológicos – demonstraram significativas diferenças clínicas e estatísticas nos níveis de segurança entre o Endeavor, stent farmacológico revestido com zotarolimus, e o Taxus, stent revestido com paclitaxel, em três anos de acompanhamento clínico de pacientes cardíacos. Os novos dados, que também demonstraram não existirem diferenças quanto à eficácia de ambos os stents no período de três anos, foram apresentados no evento “Terapia Cardiovasculares Transcateteriana” (Transcatheter Cardiovascular Therapeutics – TCT) 2009, na Parte I do Seminário sobre Stents Farmacológicos, que ocorreu no Moscone Center, em São Francisco, Estados Unidos.

“Os resultados do acompanhamento de três anos do ENDEAVOR IV demonstraram que a escolha correta do stent é realmente relevante para os pacientes com doenças arteriais coronarianas”, afirmou o Dr. Martin B. Leon, pesquisador chefe do Hospital Presbiteriano de Nova York/Centro Médico da Universidade de Columbia e da Fundação de Pesquisas Cardiovasculares. “Como cardiologistas intervencionistas, agora temos resultados de longo prazo que devem ser criteriosamente avaliados no momento da escolha do tratamento de nossos pacientes”. Dr. Leon acrescentou ainda, “Por muitos anos temos verificado uma tendência de excelente nível de segurança com o uso do stent Endeavor em todos os programas clínicos e análises por amostragem. Esses recentes dados randomizados, gerados pelo estudo de três anos, são os primeiros que demonstram diferenças estatisticamente significativas nos “hard endpoints” clínicos que claramente favorecem um stent revestido em detrimento de outro. Especificamente, eles apresentam eficácia equivalente na comparação entre o Endeavor e o Taxus em períodos de longo acompanhamento, com significativa vantagem de segurança para os pacientes que utilizaram o Endeavor, relacionada a uma redução na ocorrência de infartos do miocárdio diretamente atribuíveis à elevada taxa de tromboses tardias verificadas nos pacientes com stents Taxus”.

As preocupações quanto às consequências das taxas mais altas de ocorrência de trombose tardia (acima de um ano), verificadas nas comparações entre stents farmacológicos e stents não-farmacológicos, aumentaram desde 2006, mas foram mitigadas devido à grande quantidade de registros baseados em dados populacionais que não demonstravam um aumento de óbitos ou de infartos do miocárdio. O ENDEAVOR IV é um extenso e abrangente estudo comparativo entre stents farmacológicos que demonstra um evidente crescimento estatístico nos episódios de trombose tardia causada por stents, com correspondente aumento significativo nas mortes por doenças cardíacas e infartos. Os dados do ENDEAVOR IV definitivamente comprovam que, no acompanhamento de três anos, os pacientes com stent Endeavor possuem um risco estatística e clinicamente menor em 48% (p=0.004) de sofrerem ataque cardíaco ou morte por patologia cardíaca do que os pacientes tratados com o stent Taxus, além de apresentarem 91% (p=0.004) de redução no risco de ocorrência de trombose muito tardia.

O ENDEAVOR IV contou com 1.548 pacientes inscritos e randomizados de forma igualitária para recebimento dos stents revestidos E


VER MAIS SOBRE: arquivo


Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.