Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 17 de setembro de 2013.

Farmacêuticas crescem há 10 anos no Brasil

COMPARTILHE:

Com crescimento nos últimos dez anos, o setor farmacêutico não sabe o que é crise na indústria e, apesar da alta do dólar e seu impacto no preço da matéria-prima, não tem dúvidas que 2013 também vai fechar em alta. Ainda assim, as farmacêuticas esperam uma participação mais efetiva do governo nos gastos com a saúde, o que daria ainda mais fôlego ao setor. O mercado de medicamentos projeta encerrar o ano com vendas no patamar de R$ 54,2 bilhões, uma alta de 9,2% em relação ao ano passado. O nível de emprego e a condição socioeconômica do brasileiro são as principais causas do bom desempenho, citadas tanto pelo representante das indústrias quanto pela maior delas no mercado interno. "O medicamento é muito sensível ao acesso da população a isso", diz o economista o professor-doutor da Faculdade de Economia da Unicamp, Celio Hiratuka. Ele lembra que é diferente o "desejo de consumo" por um determinado produto, como um novo computador, e a necessidade de comprar medicamento. Mas ele lembra que há outros fatores que determinam o crescimento das farmacêuticas, como o investimento em novas tecnologias e estratégia comercial. Fonte: G1


VER MAIS SOBRE: arquivo


Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.