Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 10 de junho de 2020.

Farmacêutico está à frente de pesquisa de Covid-19 no Sergipe

COMPARTILHE:

Farmacêutico está a frente de pesquisa sobre Covid-19 no Sergipe Foto: freepik

A Universidade Federal de Sergipe (UFS), em parceria com outras universidades brasileiras, está mapeando a circulação do novo coronavírus em pessoas que não apresentam sintomas relativos à doença.

À frente do projeto está Lysandro Borges, farmacêutico, professor de Imunologia Clínica da UFS, doutor em Bioquímica Toxicológica e especialista em Análises Clínicas. Ele explica que o objetivo é demonstrar a soroprevalência da doença no estado: “É um projeto que não faço sozinho. Eu e mais seis pesquisadores do campus de Itabaiana e Lagarto nos unimos nessa força tarefa para fazer então o inquérito de soroprevalência de Covid-19 no estado do Sergipe”.

Execução da pesquisa sobre Covid-19

Para fazer a estimativa da prevalência, foram coletadas 3.047 amostras de sangue em dez municípios. A segunda fase, que está em andamento, conta com a coleta de sangue de profissionais da saúde que atuam na linha de frente e também de garis, segurança pública e outros serviços essenciais.

Borges também revelou que, com o resultado da pesquisa, os gestores públicos terão subsídios para adotar políticas públicas de combate à pandemia. Segundo o estudo, 11% da população possui anticorpos reagentes para o novo coronavírus e 6,5% estão em fase de recuperação da doença.

“De cada 100 pessoas em Sergipe, onde existem cerca de dois milhões de habitantes, em torno de 11 já tiveram contato com a Covid-19. E de cada 100 quase sete já estão em recuperação, com anticorpos de memória”, explica Borges.

Apoio de instituições

O projeto recebeu investimento de R$ 1,8 milhão do Ministério Público do Trabalho do Sergipe, da MPF e da MPE. Além disso, conta com o envolvimento de instituições como Instituto Adolfo Lutz e professores e estudantes dos cursos de Farmácia, Medicina, Nutrição e Odontologia de 15 universidades, como a Universidade de São Paulo, as Federais de Minas Gerais, Pernambuco, Goiás e da Fronteira Sul.

Veja também: Subvisa interdita lotes de álcool em gel

Fonte: Revista da Farmácia


VER MAIS SOBRE: farmacêutico / Pesquisa Covid-19 / Sergipe


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.