Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 22 de junho de 2011.

“Farmacinha” é condenada

COMPARTILHE:

Guia da Farmácia

Uma reportagem da eBand analisou que, com risco ou não de intoxicação, a primeira máxima que se deve considerar é que medicamentos devem ser ingeridos apenas com prescrição médica e, por isso, o hábito já tão comum entre os brasileiros, da manutenção da ‘farmacinha em casa’, deve ser reavaliado, a começar pelo local onde se guarda o medicamento.

Segundo a publicação, as ‘farmacinhas’ alocadas no banheiro ou em cima da geladeira, por exemplo, são sujeitas à umidade e ao calor e não garantem integridade do produto. Outro importante cuidado seria com a manutenção do medicamento na caixa (junto da bula) para que possa ser identificado.

Para evitar o problema, uma das soluções seria a compra de fracionados, que já é prevista e autorizada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O tema foi discutido, inclusive, em uma palestra na Econofarma 2011, aonde a Prati-donaduzzi apresentou alguns benefícios da ação para o farmacista e para o consumidor.


VER MAIS SOBRE: arquivo


Logotipo Ascoferj

INFORMA

A Ascoferj informa que estará trabalhando de forma semipresencial no mês de janeiro.

 

Segundas, quartas e sextas: atendimento presencial na sede de 8h às 17h.

Terças e quintas: atendimento remoto de 8h às 17h.

Telefones de todos os setores para contato:

– Financeiro – (21) 98272-2882
– Jurídico – (21) 98097-0092
– Regulatório – (21) 98272-2852
– Comunicação – (21) 98272-2867
– DAC/Cursos – (21) 98399-0146
– Central de Negócios – (21) 98293-1816
– Comercial – (21) 98097-0099

Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.