Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 3 de maio de 2011.

Farmácias populares terão novo sistema de segurança a partir de 04 de maio

COMPARTILHE:

Febrafar

O Ministério da Saúde anunciou na semana passada, novas medidas de segurança que serão implementadas no programa “Aqui Tem Farmácia Popular”. A partir de agora, todos os funcionários que atuam nas farmácias serão cadastrados, assim como os computadores de onde são feitas as vendas de medicamentos.

Por ali, será possível acompanhar as receitas dos pacientes e o total de medicamentos que ainda podem ser retirados. As medidas são para evitar o uso irregular de CPF dos beneficiários, ou mesmo de pessoas mortas, para comprar medicamento subsidiado pelo governo.

Conforme apurou a reportagem, se alguma irregularidade for constatada, o ministério afirma que, com as novas medidas, será possível detectar de onde partiu a venda e o funcionário responsável pela entrega do medicamento. Segundo o ministério, as 15.326 farmácias cadastradas no sistema têm até o dia 4 de maio para se adequarem às novas regras de segurança. O principal objetivo das medidas é evitar fraudes na venda dos medicamentos.

De acordo com o governo, as medidas também foram determinadas devido ao crescimento pelos serviços da farmácia, que oferece medicamentos com até 90% de descontos, além de medicamentos gratuitos para pacientes com diabetes e hipertensão. Números do Ministério da Saúde apontam um crescimento de 67% no público usuário do varejo farmacêutico, desde fevereiro deste ano.


VER MAIS SOBRE: arquivo


Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.