Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 22 de janeiro de 2020.

Justiça declara inconstitucionalidade de artigos de Lei e Decreto Estaduais

COMPARTILHE:

Inconstitucionalidade de lei e decreto são decretadas Foto: shutterstock

Recentemente o Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJ-RJ) declarou a inconstitucionalidade de alguns artigos da Lei Estadual nº 6.613/2013 e do Decreto Estadual nº 44.810/14, que tratam do Livro de Reclamações sujeito ao Código de Defesa do Consumidor e ao PROCON.

Artigos considerados inconstitucionais

Quanto à lei estadual, foi declarada a inconstitucionalidade dos artigos 8º, caput e parágrafo único; 11, caput e incisos I e II; e 12. Já em relação ao decreto estadual, foi selecionado o inciso I do artigo 3º. Segundo o consultor jurídico da Ascoferj, Gustavo Semblano, na prática, essas normas são as mais importantes. “Houve um recurso junto ao Supremo Tribunal Federal (STF), mas foi rejeitado, prevalecendo o julgamento cita aqui”, observa Semblano.

As normas tratam da obrigatoriedade de se apresentar as folhas de reclamação que os estabelecimentos recebem ao PROCON e de disponibilizar no site o andamento e encaminhamento das reclamações para que sejam acompanhadas pelo consumidor.

Veja também: Julgamento de tributação de fórmulas magistrais tem data marcada para 2020


VER MAIS SOBRE: Decreto / Inconstitucionalidade / Lei


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logotipo Ascoferj

INFORMA

Já estamos com negociações abertas na Central de Negócios.

Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.