fbpx
Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 22 de agosto de 2017.

Lei que obriga o Livro de Reclamações nos estabelecimentos passa por mudanças

COMPARTILHE:

A Lei Estadual nº 6.613/13 e o Decreto Estadual nº 44.810/14, que tratam da existência do Livro de Reclamações em todos os estabelecimentos de bens e serviços do Estado do Rio de Janeiro, entre eles, farmácias e drogarias, para uso do consumidor, passaram por mudanças. O Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro declarou inconstitucionais algumas normas da Lei.

Com as alterações, farmácias e drogarias não terão mais a obrigação de destacarem a folha de reclamação preenchida pelo cliente e enviar a 1ª via ao Procon no prazo de 30 dias. Também não será necessário informar mensalmente ao Procon a inexistência de reclamações.

Confira as normas consideradas inconstitucionais:

– Artigo 8º, caput e parágrafo único, da Lei Estadual nº 6.613/13;

– Artigo 11, caput e incisos I e II, da Lei Estadual nº 6.613/13;

– Artigo 12 da Lei Estadual nº  6.613/13;

– Artigo 3º, inciso do Decreto Estadual nº 44.810/14.

Departamento Jurídico da Ascoferj



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logotipo Ascoferj

INFORMA

A Ascoferj informa que estará trabalhando de forma semipresencial no mês de fevereiro.

 

Segundas, quartas e sextas: atendimento presencial na sede de 8h às 17h.

Terças e quintas: atendimento remoto de 8h às 17h.

Telefones de todos os setores para contato:

– Financeiro – (21) 98272-2882
– Jurídico – (21) 98097-0092
– Regulatório – (21) 98272-2852
– Comunicação – (21) 98272-2867
– DAC/Cursos – (21) 98399-0146
– Central de Negócios – (21) 98293-1816
– Comercial – (21) 98097-0099
– Relacionamento – (21) 98145-2036

Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.