Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 28 de abril de 2014.

Lucro da Eli Lilli cai 53%

COMPARTILHE:

A queda de preços de alguns medicamentos – medida tomada para tentar ganhar mercado – e a perda da exclusividade de vendas, principalmente do Cymbalta, derrubaram o resultado da farmacêutica americana Eli Lilly no primeiro trimestre. O lucro líquido da companhia caiu 53%, em comparação com o mesmo período de 2013, e atingiu US$ 727,9 milhões. A receita líquida do grupo recuou 16% em mesmas bases, para US$ 4,68 bilhões. Com a expiração da patente do antidepressivo Cymbalta, que era o campeão de vendas da fabricante de medicamentos, a empresa acabou barateando alguns produtos para tentar não perder mercado, o que impactou ainda mais o faturamento. Para se ter uma ideia da importância do antidepressivo, a Eli Lilly levantou US$ 1,33 bilhão em vendas do item durante o primeiro trimestre de 2013, o que representou 23,7% da receita total – foi o medicamento mais vendido da companhia. Nos mesmos meses deste ano, o faturamento ficou em US$ 478,2 milhões, ou 10,2% do total e quarto no ranking de vendas. “Nosso resultado reflete o declínio expressivo em receita e lucro que já esperávamos enfrentar com a perda de patente nos Estados Unidos do Cymbalta e do Evista”, disse em comunicado o presidente da americana, John Lechleiter, citando outro medicamento cuja exclusividade de vendas também acabou. Fonte: Valor Econômico


VER MAIS SOBRE: arquivo


Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.