Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 17 de março de 2015.

Medicamentos contra hipertensão estão sendo usados para tratar ansiedade

COMPARTILHE:

Medicamentos indicados no tratamento da hipertensão estão sendo usados por estudantes para aliviar a ansiedade. Teoricamente, os betabloqueadores deveriam ser vendidos com prescrição médica, pois podem causar efeitos colaterais, como insuficiência cardíaca e respiratória. Quando ingerida, a droga reduz a frequência cardíaca, inibindo suores e tremores. O primeiro risco vem do principal objetivo do produto, que é controlar a pressão arterial. Se a pessoa não tem hipertensão nem doenças do coração, o uso contínuo, mesmo em pequenas doses, pode baixar a frequência cardíaca e interferir na pressão. Outro perigo é desencadear episódios depressivos se a pessoa já tiver alguma tendência. Além disso, quem tem asma, bronquite ou doença pulmonar crônica não deve usar esse medicamento, porque o quadro pode se agravar. O uso dessas substâncias deve ser feito com orientação médica, não só para evitar efeitos indesejados, mas também por causa da eficácia do uso episódico, já que uma dose isolada de betabloqueador pode não ter muito efeito no controle de sintomas como tremores e palpitação. O tratamento padrão para transtornos de ansiedade como síndrome do pânico ou fobia social inclui antidepressivos, ansiolíticos e psicoterapia. É necessário acompanhamento médico adequado. Fonte: O Nacional


VER MAIS SOBRE: arquivo


Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.