Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 5 de abril de 2011.

Medicamentos referência para hipertensão disponíveis agora gratuitamente no Programa Farmácia Popular

COMPARTILHE:

Fator Brasil

Dois medicamentos de referência para o tratamento da hipertensão acabam de migrar para a lista dos remédios oferecidos gratuitamente pelo Programa Farmácia Popular: COZAAR® (losartana potássica) 50 mg e RENITEC® (maleato de enalapril) 10 mg, produzidos pelo laboratório MSD. Eles poderão ser encontrados nas principais redes e farmácias participantes do programa Farmácia Popular em todo o País.

A MSD é o primeiro laboratório a ter medicamentos de referência disponibilizados sem nenhum custo pelo programa Farmácia Popular. A medida foi viabilizada porque a empresa reduziu o preço dos produtos e ofereceu condições comerciais especiais para a cadeia comercial, com o objetivo de ampliar o acesso dos brasileiros a esses medicamentos. Com a iniciativa, a MSD reforça seu apoio ao programa do governo e o compromisso de tornar seus produtos mais acessíveis.

COZAAR é indicado para o tratamento da hipertensão leve, moderada e grave, com proteção cardíaca, e RENITEC é um inibidor da ECA, indicado para o tratamento de todos os graus de hipertensão e insuficiência cardíaca.
Para adquirir os medicamentos, o paciente precisa comparecer ao estabelecimento apresentando a prescrição médica e um documento como CPF, RG ou certidão de nascimento. Ficam dispensados dessa regra somente os pacientes com incapacidade comprovada e pessoas com mais de sessenta anos. As prescrições têm validade de 120 dias a partir da data de sua emissão.

De alta incidência no Brasil, a hipertensão atinge 26% da população brasileira, ou seja, 50 milhões de pessoas, segundo dados da Sociedade Brasileira de Hipertensão. Entretanto, apenas 50% dos casos foram diagnosticados e a outra metade não sabe que tem a doença. Dos que já tiveram o diagnóstico, 40% estão em tratamento atualmente, o que representa aproximadamente 10 milhões de pacientes.


VER MAIS SOBRE: arquivo


Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.