Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 10 de novembro de 2017.

Millenium realiza rodada de negócios no Rio de Janeiro

COMPARTILHE:

 

rodadadenegocios
Rodada de Negócios Millenium

No dia 8 de novembro, a Millenium Comercial, sediada no Espírito Santo, realizou, pela primeira vez, a Rodada de Negócios Millenium no Rio de Janeiro, na Barra da Tijuca. O evento proporcionou aos empresários do varejo farmacêutico, além de boas negociações com as indústrias participantes, o sorteio de um carro, uma moto, uma TV 50’e um iPhone.

“Este ano, realizamos a feira na cidade maravilhosa, o Rio de Janeiro, e estamos muitos satisfeitos com os resultados, o que acontece graças ao apoio de nossos clientes e indústrias, que prestigiam sempre as ações da Millenium”, comemora o presidente José Freire.

Na ocasião, diversas empresas marcaram presença, levando possibilidades únicas de negociações. Foi o caso da Sudeste Farmacêutica, que levou 16 laboratórios, como OmronCremer e On Call Plus. “Está sendo um enorme prazer participar deste grande evento e nossa expectativa é a de fazer bons negócios e alcançar o maior número de pontos de vendas. Aproveitamos a chance para apresentar produtos da linha de correlatos para o varejo farmacêutico do estado do Rio de Janeiro”, comenta o diretor comercial da Sudeste Farmacêutica, José Augusto Azevedo.

A Ascoferj também prestigiou a rodada de negócios ao lado de dois parceiros, o Mello Chaves Advogados Associados e o Sistema de Cooperativas de Créditos do Brasil (Sicoob). Os três tiveram estandes montados no local para apresentação ao público. Além disso, a Ascoferj promoveu o painel “As interferências do Legislativo e Judiciário no varejo farmacêutico”, mediado pelo presidente da entidade Luis Carlos Marins. Participaram o advogado e consultor jurídico da Ascoferj, Gustavo Semblano, e o advogado da Arko Advice, Jorge Sequeira. Ambos falaram de temas que geram riscos e oportunidades para o varejo farmacêutico.

painel
Painel “As interferências do Legislativo e Judiciário no varejo farmacêutico”.

Para Semblano, os empresários precisam ficar atentos às exigências de leis, deliberações, resoluções e portarias. “Numa ordem de importância, eles devem obedecer o que determinam as leis, pois elas estão acima de qualquer outra norma”, ressaltou.

O advogado Sequeira foi questionado sobre a importância de existir uma assessoria parlamentar defendendo o setor farmacêutico. Segundo ele, é preciso identificar lideranças que trabalhem em prol desse varejo para que causas favoráveis sejam aprovadas. “Também é necessário o setor acompanhar as aprovações no âmbito parlamentar para interferir, se for preciso, em uma decisão que pode afetar negativamente a cadeia farmacêutica”, sinalizou Serqueira.

Confira a cobertura completa na edição de janeiro/fevereiro da Revista da Farmácia.

Comunicação Ascoferj



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.