Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 15 de junho de 2010.

Ministério recolhe medicamento contra tuberculose ‘com manchas suspeitas’

COMPARTILHE:

Folha de São Paulo

O Ministério da Saúde recolheu parte dos remédios para o tratamento da tuberculose distribuídos no SUS (Sistema Único de Saúde) porque no revestimento dos comprimidos de alguns lotes surgiram misteriosas manchas pretas. Por causa do problema, o governo rompeu o contrato com o laboratório Cipla, da Índia, que fabricou a droga.

Ainda não se sabe se algum paciente sofreu efeito colateral ou parou de tomar a droga. Testes do Ministério da Saúde mostraram, entretanto, que as manchas não comprometeram o princípio ativo do remédio.

A droga é conhecida como "quatro em um" e faz parte do novo tratamento contra a tuberculose, adotado no final do ano passado. Desde então, chegaram ao Brasil 20 milhões de comprimidos da Índia. Com ele, os doentes precisam tomar apenas quatro comprimidos por dia, e não os seis do tratamento antigo.

O "quatro em um" já foi distribuído em sete Estados. Em São Paulo, os lotes defeituosos foram trocados por outros do mesmo fabricante. No Rio de Janeiro, os doentes voltaram a se tratar com a droga antiga.


VER MAIS SOBRE: arquivo


Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.