Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 26 de janeiro de 2018.

Ministro da saúde inaugura área para vacina da febre amarela

COMPARTILHE:

[esquerda para direita]: Luiz Alberto dos Santos Lima, Vice-diretor de Produção de Bio-Manguinhos; Carlos Reis, diretor de operações da Libbs, Márcia Bueno, diretora de relações institucionais da Libbs; Ministro da Saúde, Ricardo Barros; Alcebiades Athayde Junior, presidente da Libbs; Marco Aurelio Krieger , vice-presidente da Bio-Manguinhos/Fiocruz

 

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, inaugurou, nesta quinta-feira (25/01), a linha final de produção da vacina contra febre amarela na unidade da Libbs Farmacêutica, em São Paulo. A medida faz parte de um acordo de transferência tecnológica entre a empresa privada e o Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-manguinhos) da Fiocruz para aumentar a capacidade de produção do insumo em 35 milhões de doses por ano. A etapa final consiste na preparação do produto, envase, liofilização e embalagem das doses.

Desde o segundo semestre de 2016, Bio-Manguinhos vem trabalhando para viabilizar esse acordo, transferindo à parceira todos os conhecimentos necessários para a parte final da produção. O cronograma atual do projeto prevê, em fevereiro, o envio dos primeiros dados dos testes de qualidade do produto para a Anvisa. Após isso, será necessário aguardar a continuidade dos estudos de estabilidade encaminhados pelos laboratórios e nova autorização da agência reguladora, prevista para abril. A expectativa é de que até o início de junho seja iniciado o fornecimento ao Ministério da Saúde.

No ano passado, o Ministério da Saúde adquiriu 65 milhões de doses da vacina de febre amarela do Instituto Biomanguinhos/Fiocruz para distribuição a todos os estados do país e imunização da população. Para este ano, está prevista a compra de mais 48 milhões de doses. Além disso, o Ministério da Saúde possui estoque estratégico como medida de segurança. Desde janeiro de 2017 até o momento, foram encaminhadas 57,4 milhões de doses da vacina à todas as Unidades Federadas.

Vacinação

No dia 25/01, teve início uma campanha para vacinação contra febre amarela em municípios dos estados de São Paulo e Rio de Janeiro, em que está sendo utilizada a dose fracionada. Ao todo, 23,8 milhões de pessoas deverão ser vacinadas nos 77 municípios que adotarão a estratégia de fracionamento. No estado de São Paulo, a expectativa é vacinar cerca de 10,3 milhões de pessoas, e no Rio de Janeiro um total de 10 milhões. O estado da Bahia terá público-alvo de 3,3 milhões de pessoas.

Na foto: [Esquerda para direita] Luiz Alberto dos Santos Lima, Vice-diretor de Produção de Bio-Manguinhos; Carlos Reis, diretor de operações da Libbs, Márcia Bueno, diretora de relações institucionais da Libbs; Ministro da Saúde, Ricardo Barros; Alcebiades Athayde Junior, presidente da Libbs; Marco Aurelio Krieger , vice-presidente da Bio-Manguinhos/Fiocruz

Fonte: Libbs


VER MAIS SOBRE: febre amarela / fiocruz / libbs / vacina


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.