Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 15 de setembro de 2011.

Novos investimentos na planta de produção da Merck no Brasil

COMPARTILHE:

Fator Brasil

Ampliação e modernização são os principais objetivos do investimento que a Merck – a mais antiga indústria química e farmacêutica do mundo – está realizando na área de embalagem da sua fábrica em Jacarepaguá, zona oeste do Rio de Janeiro.

O espaço físico da área de embalagem de medicamentos orais – que representa 85% do volume embalado na fábrica – mais que dobrará: passando de 800 metros quadrados para duas mil metros quadrados.

A expectativa é que, ao concluir este projeto em agosto de 2012, a Merck tenha capacidade para dobrar a sua produção, hoje em torno de 45 milhões unidades/ano, atendendo, assim, ao crescimento do negócio no Brasil.

Com 40 fábricas em 40 países, a planta farmacêutica da Merck no Brasil, localizada em Jacarepaguá, zona oeste do Rio de Janeiro, ocupa 14 mil metros quadrados em um terreno de 120 mil metros quadrados. Possui 252 funcionários, dos quais 134 diretamente envolvidos no processo de produção da fábrica.

A fábrica produz comprimidos e cápsulas, além de soluções (xarope e produtos em gotas). Há dois anos conquistou o Prêmio de Excelência Operacional e a certificação ISO 14001. A planta é atualmente certificada pelos órgãos competentes para fornecimento de medicamentos ao mercado local e exportação aos países da América Latina.

À frente da fábrica está Fernanda Rabello, uma das três mulheres nos postos de direção das unidades industriais da Merck. Além do Brasil, as fábricas da Indonésia, e Espanha são dirigidas por mulheres.

A Merck é a mais antiga indústria farmacêutica e química do mundo. A companhia une essa tradição com a busca constante por inovações nos segmentos em que atua. Com forte presença global, a Merck, fundada na Alemanha há mais de 340 anos, hoje está presente em 66 países e distribui seus produtos em mais de 150. A empresa possui visão de longo prazo e prioriza a pesquisa e o desenvolvimento de inovações nas indústrias farmacêutica e química.

Desde 1995, a empresa possui cerca de 30% do seu capital total cotado na Frankfurt Stock Exchange, com 70% pertencentes aos descendentes do fundador. Atualmente, a empresa conta com cerca de 40 mil colaboradores distribuídos por 66 países. A receita total do grupo em 2010 cresceu 20% para 9.3 bilhões de euros.

A Merck atua no Brasil desde 1923 e é uma das dez maiores indústrias farmacêuticas do país, de acordo com o IMS Health. Sua sede é no Rio de Janeiro, onde fica também a fábrica de medicamentos. A área Química está localizada na capital paulista e conta com uma planta em Barueri e um depósito em Cotia, na Grande São Paulo. No Brasil, a empresa conta com cerca de 1.200 funcionários.

A Merck trabalha sobre dois pilares, o farmacêutico e o químico, e busca o equilíbrio nesses negócios. A área Farma é composta pelas Divisões Merck Serono – de medicamentos de prescrição, Produtos de Consumo e Genéricos. Já a Química compreende as Divisões Merck Millipore, com um portfolio completo de soluções para análises em laboratórios de pesquisa ou controle de qualidade em indústrias ou instituições de saúde, e a Divisão Performance Materials, com pigmentos para cosméticos e tintas especiais.


VER MAIS SOBRE: arquivo


Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.