Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 4 de novembro de 2011.

Patente de medicamento quebrada

COMPARTILHE:

Guia da Farmacia

A patente do medicamento Capecitabina (para tratamento de câncer de mama e colorretal) não foi prorrogada pela Advocacia-Geral da União (AGU). Com a decisão, o medicamento poderá ser produzido a partir do dia 19 de dezembro, barateando o valor do item para os consumidores.

O laboratório F.Hoffmann-Laroche AG entrou na Justiça para estender o prazo de validade da patente, porém a Procuradoria Regional Federal da 2ª Região (PRF2) e a Procuradoria Federal Especializada junto ao Instituto Nacional de Propriedade Industrial (PFE/INPI) afirmaram que a empresa não tem esse direito.


VER MAIS SOBRE: arquivo


Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.