Polícia Civil fecha fábrica clandestina de remédios em SP

O Estado de São Paulo

Medicamentos utilizavam rótulos de laboratórios de diversos estados e não tinham registros na Anvisa

Uma fábrica clandestina de medicamentos fitoterápicos, localizada no Parque Dom Pedro II, no Centro da Capital, foi fechada na tarde desta quarta-feira, 9, pela Polícia Civil. A proprietária do local foi presa em flagrante.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), G.A.A.S., de 39 anos, utilizava rótulos de laboratórios de diversos estados, como Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Ceará e Pará, nos medicamentos, que na verdade eram produzidos na fábrica clandestina.

Durante a ação foi encontrada uma variedade muito grande de medicamentos, que eram comercializados entre R$ 5 e R$ 40, sem o registro da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Categorias

Receba as principais notícias direto no celular

Sala de imprensa

Esta é uma área dedicada especialmente para o atendimento à imprensa e com acessos aos nossos releases.

Receba nossa newsletter

Para notícias e ofertas exclusivas, digite seu e-mail abaixo.

Um programa para você ficar sempre bem informado

Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.
×