Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 4 de agosto de 2014.

Rio recebe campanha de prevenção à osteoporose

COMPARTILHE:

O envelhecimento da população e a falta de prevenção têm contribuído com o crescimento da osteoporose, doença responsável pelo aumento de incidência das fraturas por fragilidade em idosos e que atinge uma em cada três brasileiras acima dos 45 anos1. Com uma população idosa de mais de 2 milhões de pessoas no estado, de acordo com o último Censo do IBGE2, o Rio de Janeiro recebe a Campanha de Prevenção à Osteoporose. A iniciativa é promovida pela Pfizer Consumer Healthcare, em parceria com a Associação Brasileira de Avaliação Óssea e Osteometabolismo (ABRASSO). Durante a campanha, que será realizada de 5 a 21 de agosto, na unidade da Drogaria Venâncio localizada na Ru a Olegário Maciel, poderão ser feitos, gratuitamente, o teste de cálcio, em que uma nutricionista avalia se o consumo do mineral está adequado e também o teste de calcâneo, que rastreia a osteoporose. A descalcificação progressiva dos ossos começa a ocorrer por volta dos 35 anos3, assim é importante iniciar a suplementação do mineral nessa faixa etária. A Organização Mundial da Saúde (OMS)4 acredita que, no Brasil, mais de 10 milhões de pessoas sofram com a osteoporose. A doença é silenciosa e costuma ser diagnosticada após a primeira queda. Dados do Ministério da Saúde5 revelam um aumento de 30% nos casos de fraturas em idosos nos últimos cinco anos. Em 2008, foram 67.664 registros, mas em 2013 o número saltou para 85.939. Especialista da University College de Londres, David Marsh, que participou do Congresso Brasileiro de Geriatria e Gerontologia, realizado em maio último, alertou que as fratura s por fragilidade em idosos, relacionadas a doenças como osteoporose, devem aumentar em seis vezes nos próximos 20 anos, na América do Sul. Alimentação é o segredo "O brasileiro está vivendo mais, assim as doenças que se agravam com o envelhecimento também aumentam. Porém, no caso da osteoporose, a prevenção é muito simples – dieta rica em cálcio, banhos de sol e exercícios físicos – o que contribui muito para uma boa qualidade de vida na terceira idade", esclarece o presidente da Associação Brasileira de Avaliação Óssea e Osteometabolismo (ABRASSO) e professor de Reumatologia, Sebastião Cezar Radominski. Uma dieta rica em cálcio contém leite e derivados e ainda verduras de folhas verde escuras. "Quando a ingestão de cálcio é baixa, é recomendável o uso de suplementos de cálcio e vitamina D, especialmente nos pacientes em ri sco de osteoporose e fraturas", orienta o presidente da ABRASSO. De acordo com o estudo Brazos6 (Brazilian Osteoporosis Study), o brasileiro consome três vezes menos cálcio que a quantidade diária recomendada e até seis vezes menos vitamina D, fundamental para a absorção do mineral. Se o organismo tem carência de vitamina D, somente entre 10% e 15% do cálcio ingerido é absorvido e, sozinho, ele não consegue se fixar nos ossos6, podendo ocorrer a desmineralização óssea, o que aumenta o risco de quedas e fraturas. Cálcio na medida certa Mantenha sempre uma alimentação rica em cálcio, pratique atividades físicas e tome banhos de sol com regularidade. Utilize suplementos de cál cio e vitamina D, para complementar a dieta. Lembre-se que a perda de cálcio dos ossos inicia a partir do 35 anos. Serviço: Campanha de Prevenção à Osteoporose Data: 5 a 21 de agosto Horário: das 8 às 17h, de segunda a sábado Local: Drogaria Venâncio – Rua Olegário Maciel, 188 Fonte: Imprensa – Ketchum


VER MAIS SOBRE: arquivo


Logotipo Ascoferj

INFORMA

Olá, Associado Ascoferj! Dê um play ▶️ e veja o CONVITE que o Bernardinho do voleibol tem para você! 😉

Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.