Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 8 de dezembro de 2010.

Saúde propõe 35% de vantagem para o remédio genérico

COMPARTILHE:

Abafarma

O Ministério da Saúde está propondo uma margem de preferência ainda mais alta para os remédios genéricos nas licitações públicas: 35%.
As novas regras preveem que os produtos nacionais podem oferecer preços até 25% mais altos. O órgão também defende que, ao lançar um medicamento genérico, o fabricante tenha direito a permanecer um ano e meio no mercado sem concorrência.
Para o governo, é uma maneira de estimular o investimento. Em contrapartida, o ministério exigiria que os fabricantes oferecessem os genéricos pela metade do preço do remédio original, em vez de 35% abaixo, como prevê a legislação atual.


VER MAIS SOBRE: arquivo


Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.