Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 17 de junho de 2010.

Sindusfarma premia as cinco indústrias farmacêuticas que mais se destacaram em Gestão de Segurança do Trabalho

COMPARTILHE:

Sindusfarma

Os laboratórios Alcon, Allergan, Johnson & Johnson, Libbs e Weleda receberam, na última segunda-feira (14/6), O III Prêmio Sindusfarma de Excelência em Gestão de Segurança do Trabalho, em solenidade realizada no auditório da entidade que contou com a presença do superintendente da SRT-SP, líderes sindicais, executivos e técnicos do setor.

Foram premiadas com menções honrosas as empresas Astrazeneca, Biolab-Sanus, Pfizer (unidades São Paulo e Itapevi).

Concedido desde 2008 pelo Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos no Estado de São Paulo (Sindusfarma), o Prêmio Excelência em GST reconhece as iniciativas bem-sucedidas de prevenção de acidentes e doenças ocupacionais no setor e o estrito cumprimento da legislação em Saúde e Segurança no Trabalho.

“Nossa obstinação seria adotar a utopia ‘zero acidente de trabalho’ e desenvolver ações no combate às condições inseguras e acidentes de trabalho”, disse em seu discurso o Dr. Lauro Moretto, vice-presidente de Assuntos Regulatórios e Programas Sociais e Educacionais do Sindusfarma. “Foi assim que resolvemos instituir o Prêmio Excelência em Gestão de Segurança no Trabalho”.

O superintendente regional do Trabalho e Emprego do Estado de São Paulo, Dr. José Roberto de Melo, elogiou a iniciativa. “Parabenizo o Sindusfarma pelo ineditismo da iniciativa’, afirmou. “Ou assumimos uma cultura de prevenção da saúde do trabalhador, mudamos paradigmas, exigimos condições de trabalho adequadas, ou vamos premiar sempre cinco empresas e temos no país mais de 300 mil”.

“A gestão do trabalho, o cuidado com a saúde dos trabalhadores é de fundamental importância e o Sindusfarma tem uma clara compreensão de que a qualidade de quem faz é tão importante quanto a de quem vai consumir”, disse o vereador Francisco Chagas. “É preciso sensibilizar as empresas para esse conceito”.

A Johnson & Johnson venceu na categoria de indústrias farmacêuticas com mais de 500 empregados e terceirizados. “Aqui na Johnson desenvolvemos internamente o Programa Zero Acesso, pois entendemos que é nossa responsabilidade cuidar da saúde dos nossos empregados”, disse José Pedro Dias Jr., Gerente Regional em Segurança do Trabalho da empresa.

“O Prêmio é extremamente importante como uma demonstração dos esforços e dos investimentos da empresa em segurança no trabalho e na saúde do trabalhador e nos motiva para que continuemos trabalhando e criando um ambiente propício para o trabalho”, disse Luciana Maranguelo, Gerente de EHS da Allergan, que ganhou pelo terceiro ano na categoria de 101 a 250 funcionários.

A Alcon foi a vencedora na categoria de empresas com 251 a 350 empregados. “Estou muito emocionado. O Prêmio é uma demonstração de nosso esforço e nossa dedicação em prol da segurança, da saúde e do meio ambiente”, afirmou Felipe Paiva, técnico em Segurança do Trabalho da empresa.

“Este troféu é o resultado de muito trabalho de toda a empresa”, comemorou Edson Tomas de Lima, técnico em Segurança do trabalho da Weleda, vencedora na categoria de até 100 funcionários. “Não participamos das duas premiações, pois queríamos nos preparar e capacita


VER MAIS SOBRE: arquivo


Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.