Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 15 de março de 2010.

Suspensos produtos com substância que ajuda a emagrecer

COMPARTILHE:

Agora SP

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) suspendeu a distribuição e a comercialização, em todo o país, de lotes de produtos alimentares que apresentaram sibutramina –medicamento controlado, permitido só em remédios e usado para tratar obesidade– durante perícia. A resolução foi publicada anteontem no "Diário Oficial" da União.

Os produtos são da fábrica de alimentos Ledal Química, de Goiânia. Ela foi interditada na quarta-feira numa operação conjunta da Anvisa e da Polícia Federal. Investigação realizada pelos dois órgãos identificou a presença de sibutramina em três suplementos: Fibra Regi e Sliminus em cápsulas e Sliminus em comprimidos. Mais de 600 mil comprimidos de alimentos ficaram retidos.

A interdição é válida por 90 dias, prazo em que a empresa poderá apresentar recursos. Nenhum representante da empresa foi localizado.

A sibutramina é uma substância de uso controlado, que está proibida na Europa e cujo uso foi motivo de alerta da Anvisa aos profissionais de saúde, depois que um estudo demonstrou aumento do risco cardiovascular não fatal nos pacientes tratados com a substância.

A Abran (Associação Brasileira de Nutrologia) defende o uso da sibutramina, desde que seja prescrita e com acompanhamento de um médico especialista.


VER MAIS SOBRE: arquivo


Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.